14/02/18 - 17:24

Beija-flor é campeã do carnaval carioca

Confira a classificação

Beija-Flor Paraíso do Tuiuti Salgueiro Portela Mangueira Mocidade Unidos da Tijuca Imperatriz Unidos de Vila Isabel União da Ilha São Clemente Grande Rio Império Serrano
269.6 269.5 269.5 269.4 269.3 269.3 269.1 268.8 268.1 267.3 266.9 266.8 265.6

Comandada por Neguinho da Beija-Flor, a escola de Nilópolis levou o título do carnaval 2018. O Samba-Enredo “Monstro é aquele que não sabe amar (Os filhos abandonados da pátria que os pariu)”, emocionou ao ser cantado em coro na Avenida.

A escola estava empatada com o Salgueiro até o último quesito, mas garantiu notas máximas no samba-enredo e conquistou seu 14º título com 269,6 pontos; Império Serrano e Grande Rio foram rebaixadas.

No desfile vimos o carro “O abandono”, com as cantoras Pablo Vittar e Jojo Todynho representando a luta contra a intolerância de gênero e a intolerância racial, respectivamente.

A agremiação abordou temas como corrupção, desigualdade e violência que deram vida ao “Brasil Monstruoso”. Os componentes usaram fantasias de pastores evangélicos, padres e muçulmanos se unindo contra a intolerância religiosa.

O carro da Petrobras também ganhou um encenação, tornando-se uma grande favela para representar os roubos na estatal.

Com um final emocionante, o público entrou na Sapucaí e entoou o canto da escola representando uma manifestação. A bateria parou de tocar e público continuou a capela arrepiando quem estava presente.

Paraíso do Tuiuti

Em um resultado histórico, a Paraíso da Tuiuti conquistou o vice campeonato. Agremiação pequena do bairro de São Cristóvão falou sobre a política e o abandono dos políticos em relação ao povo. A polêmica ala com as carteiras de trabalho queimadas levaram o público ao delírio. Houve presidente vampiro de destaque e ala de manifestantes fantoches.

Fantasia “Manifestoches”
Foto: Rachel Siston

 

 

0 comentários