13/02/18 - 05:31

Rio de Janeiro

Imperatriz e Beija-Flor encerram o Grupo Especial

Samba-enredo funcionou em ambas as escolas

por: Bruna Lima

As duas últimas escolas a desfilarem no Sambódromo na madrugada desta terça-feira (13) pelo Grupo Especial de 2018, Imperatriz e Beija-Flor fizeram um carnaval que levantou  a Sapucaí.

Penúltima escola a pisar na avenida, a Imperatriz Leopoldinense entrou majestosa. Com o enredo “Uma Noite Real no Museu Nacional” a escola de Ramos passou pela Sapucaí luxuosa e agradou o público com o samba-enredo.

Se no ano passado, a Imperatriz não fez um bom carnaval, neste ano a escola escolheu um bom enredo e passou bem pela avenida. Na opinião do comentarista Fred Soares, o público cantou o samba e o desfile foi animado. “A harmonia incentivava o componente com sorriso no rosto, clamando pelo entusiasmo. E aí a escola entrou com alegria.” completa. A Beija-Flor entrou em seguida e também explodiu.

O samba-enredo da Beija-Flor estava na ponta da língua da Sapucaí e agitou a avenida de ponta a ponta. Porém, o enredo “Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu”, um protesto em forma de carnaval, não agradou os críticos. Os quesitos técnicos se desenvolveram bem, porém na opinião de Fábio Fabato, esteticamente a escola nilopolitana decepcionou.

Para Fabato, há problemas graves de enredo. “O enredo da Beija-Flor não se provou na avenida. Faltou muita coisa nos aspectos plásticos da escola. Eu creio que ela não dispute o título.” acrescenta. Nesta quarta-feira (15), acontece a apuração em que saberemos qual agremiação irá ganhar o carnaval de 2018.

Confira as imagens do desfile

0 comentários