13/03/18 - 15:00

Comissão de Constituição e Justiça debate a segurança do sistema eletrônico de voto

TSE enumerou diversos riscos e empecilhos à adoção do voto impresso

Em parecer encaminhado esta semana ao Supremo Tribunal Federal (STF), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) enumerou diversos riscos e empecilhos à adoção do voto impresso como meio para garantir confiabilidade ao processo eleitoral. O documento atende a um pedido feito pelo ministro Gilmar Mendes.

Durante o debate da Comissão de Constituição e Justiça, nesta terça-feira (13), sobre a segurança no sistema eletrônico de voto, o ministro do TSE, Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, afirmou que a lei referente ao voto impresso precisa de ajustes. Entre outros argumentos, o TSE também cita a omissão da lei no que se refere ao uso do voto impresso como meio de auditar o resultado das eleições.

 

0 comentários