13/06/18 - 16:25

CPI dos transportes aponta divergências entre depoimentos de ex-secretários

Gilberto Palmares, vice presidente da CPI, ele estaria absolutamente convencido de que figuras importantes já confirmaram que receberam propina

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) apontou contradições entre os depoimentos dos envolvidos nas irregularidades de gestão publica de transportes. Nesta quarta-feira (13), o ex-secretário do Estado da Casa Civil Régis Fichter foi ouvido. Julio Lopes, ex-secretário de Estado de Transportes prestou depoimento o último dia 21.

O presidente da CPI, deputado Eliomar Coelho (PSol), afirmou que ficou insatisfeito com o depoimento. Segundo ele, muitos nomes dos representantes da Casa Civil e do Governo do Estado foram ouvidos, porém as responsabilidades relacionadas a estes não foram esclarecidas. Eliomar disse ainda, que a CPI vai fazer uma relatório conclusivo. “A partir desses depoimentos e do acúmulo de conhecimento sobre situações ocorridas em todo o sistema de transporte vamos fazer um cruzamento dos dados e então vamos saber quem está mentindo”, afirmou.

Durante uma das audiências foi questionado se Fichtner tinha conhecimento acerca do recebimento de propinas durantas as obras da linha 4 do metrô. Segundo o deputado Gilberto Palmares, vice presidente da CPI, ele estaria absolutamente convencido de que figuras importantes já confirmaram que receberam propina. Ele afirmou que não fará acusações levianas, mas que sabe que existe algo ilícito.

0 comentários