05/03/18 - 15:40

Crivella regulamenta profissão de mototaxista

O prefeito do Rio assinou nesta segunda-feira (05), no Palácio da Cidade, o decreto que regulamenta a profissão de mototaxista. O evento contou com a presença de representantes do sindicato e da associação dos trabalhadores. Crivella destacou que a norma vai dar dignidade e segurança a quem exerce a função.

“Estamos assinando a regulamentação da profissão de mototaxista, categoria formada por trabalhadores que, sob chuva, sol e poeira, levam nosso povo para casa e para o trabalho, de segunda a segunda. O setor de urbanismo da Prefeitura deverá identificar os melhores locais para certificarmos o ponto de mototáxi. Hoje, o ponto não é um ponto, é uma parada. Com o decreto, a partir do momento em que ocorrer a regulamentação, a Prefeitura vai cuidar com a placa de trânsito, com a iluminação, com a limpeza. O mototaxista terá a garantia que têm aqueles que são oficializados, com colete, identificação, moto regulamentada. O profissional regularizado vai evitar a multa, o risco de perder a moto e acabar com seu serviço, porque você vai ser regulamentado dentro da lei”, comentou o prefeito, voltando-se para mototaxistas que acompanharam a assinatura do decreto.

Crivella assinou decreto que regulamenta profissão de mototaxista. Foto: Reprodução.

O prefeito explicou que a prefeitura irá distribuir quantos mototaxistas poderão parar em cada ponto:

 “Hoje isso é disputado no tapa. Não pode. Tem que ter civilidade, tem que ser o Poder Público que vai ali, fazer a pesquisa, verificar a demanda e a quantidade correta de quantos mototaxistas vão trabalhar no local.”

Crivella falou também sobre os taxistas que utilizam o aplicativo Taxi.Rio e comparou os motoristas aos mototaxistas.

“Quando vocês estiverem regulamentados, autorizados e licenciados, poderemos fazer por vocês o que fizemos pelos taxistas. Quando assumi a Prefeitura, os taxistas estavam desesperados. Caminhavam para o abismo, porque o Uber e outros aplicativos estavam tomando o mercado completamente. Criamos o Táxi.Rio, aplicativo que o taxista não paga e pode oferecer descontos, para disputar o mercado democraticamente. Estamos fazendo oito mil corridas por dia, e agora no final do mês o passageiro vai poder pagar com cartão de crédito. Vamos subir esse número de corridas. Essa é a vantagem de se regularizar: sair da clandestinidade”, destacou Crivella.

Hoje, a autorização é provisória e pode ser renovada após 90 dias. O secretário de Transportes, Rubens Teixeira, afirmou que a regulamentação complementa lei que a Câmara dos Vereadores aprovou sobre o reconhecimento da profissão de mototaxista. O decreto deve ser publicado no Diário Oficial do Município nesta terça-feira (06).

“Como regulamentar os pontos, como será dada a autorização de trabalho, todas as etapas estão previstas no decreto. Vamos chamar os mototaxistas na Secretaria para orientá-los e ajudá-los. Vamos conversar com a categoria e auxiliar os trabalhadores passo a passo. Eles receberão autorização de 90 dias, para cumprimento de etapas. Depois será dada a autorização definitiva, que terá de ser renovada anualmente. Esse decreto regulamenta a lei e permite que a profissão possa ser exercida legalmente”, disse Teixeira.

0 comentários