13/02/18 - 10:20

Rio de Janeiro

Botafogo não permite final da Taça Guanabara no Nilton Santos

Ferj já foi informada, e partida do próximo domingo deve acontecer em Volta Redonda

O Botafogo vetou a partida entre Flamengo x Boavista, pela final da Taça Guanabara, do Estádio Nilton Santos. Após ser eliminado pelo rival e comemoração polêmica de Vinicius Junior, o clima esquentou.

Além disso, o Botafogo considera “barato” o aluguel do estádio (cerca de R$ 100 mil), preço previsto no arbitral para jogos de um grande contra time de menor expressão (nos clássicos o valor é de R$ 200 mil).

Sem o Maracanã, a partida deverá ser realizada no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A Ferj já sabe da decisão do Alvinegro e toma as medidas possíveis. O Flamengo ainda não se pronunciou sobre o caso.

Conforme informado, o Botafogo lançou uma nota oficial nesta terça-feira (13), explicando os motivos do veto da final da Taça Guanabara, no Nilton Santos. Confira: 

O Botafogo de Futebol e Regatas informa que a final da Taça Guanabara, entre Boavista e Flamengo, não será realizada no Estádio Nilton Santos. Cabe esclarecer que:

1 – A decisão de não haver o jogo não foi motivada pelo valor estabelecido no Arbitral. O valor havia sido decidido e aprovado por todos os Clubes presentes, inclusive o Botafogo;

2 – A decisão foi tomada unicamente em função da comemoração de gol do atleta adversário, praticando – no entendimento dos botafoguenses – desrespeito à Instituição Botafogo, que é representada pelos seus atletas, sócios e torcedores;

3 – Passaram-se os dias e até hoje não houve uma manifestação, quer do jogador, quer do clube, se retratando do episódio. Pelo contrário, repercute ainda mais o gesto;

4 – Este jogador é empregado do clube adversário e, como tal, deve respeitar a ética profissional.

5 – O fato deve ser analisado muito bem. Um ato deste tipo pode provocar a violência entre os jogadores e torcedores. Queremos a paz e o respeito dentro e fora de campo.

0 comentários