10/10/18 - 16:14

Rio de Janeiro

Calazans projeta gosto especial para Fla-Flu, mas sem motivação por agressão sofrida

Atacante voltou a jogar depois de quase 14 meses inativo por lesão no joelho

Por: Marcos Coelho

FOTO: LUCAS MERÇON/FLUMINENSE

Após quase 14 meses longe dos gramados Marquinhos Calazans volta a defender o Fluminense em partidas oficiais. O atacante entrou no decorrer do segundo tempo da vitória por 4 a 0 sobre o Paraná, na última segunda-feira (8). Pela frente, uma partida diante do Flamengo, no próximo sábado, e a esperança de fazer a diferença em um dos clássicos mais tradicionais do futebol nacional.

– Não tem motivação pelo fato da agressão. É um caso isolado, independente do time, poderia ser de outro que iam me agredir da mesma forma. É um clássico, não tem nenhuma motivação pela agressão. Todo jogo é importante. Quando tem clássico, tem aquele gosto especial. É a maior rivalidade do estado, então a vontade de ganhar é maior. Temos que olhar para cima, somar os três pontos – projetou o atacante.

Calazans sofreu uma ruptura no joelho direito durante a partida contra o Atlético Goianiense, no dia 5 de agosto de 2017. Na reta final da recuperação, foi agredido por torcedores do Flamengo em uma lanchonete e precisou de mais um procedimento cirúrgico. Na última segunda, esteve em campo nos últimos 23 minutos  e virou mais uma opção para o técnico Marcelo Oliveira.

Além de se tornar uma escolha para o decorrer da temporada, Calazans também pode virar mais uma peça na lista de inscritos da Copa Sul-Americana. Como o Fluminense avançou às quartas de final, o regulamento prevê a inscrição de mais dois atletas.

0 comentários