12/01/18 - 20:52

Rio de Janeiro

Eurico Miranda concedeu entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira

Presidente do Vasco rebateu críticas de Julio Brant

Foto: Paulo Fernandes / Vasco

Nesta sexta-feira (12), o presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, concedeu entrevista coletiva em São Januário para se defender de acusações feitas por Julio Brant, na parte da manhã.

O dirigente do Vasco afirmou que os salários atrasados serão pagos nos próximos dias e que o material do Capress foi levado para o CT para que pudesse ser utilizado na preparação do time.

– Se eu tiver que deixar o Vasco, vai ser com os salários em dia. Meu compromisso é pagar salário. Não gosto de deixar de pagar. É sagrado. O material do Caprres foi levado para o CT para que pudesse ser utilizado na preparação do time. Os jogadores não voltam para cá. Estamos fazendo a queixa-crime. Tem que prender quem faz isso indevidamente. O material está todo lá.

Durante a entrevista coletiva, Eurico também falou sobre a venda dos jogadores e a possível saída de Paulinho.

– Os que são negociados são feitos para que tenhamos recursos. Essa é a razão principal. Sempre foi ideia nossa, sendo interessante para o Vasco, nós fazemos. Não tem nenhum problema. Paulinho? Se tiver uma proposta vantajosa para o Vasco. Ninguém é prioridade. Se eu tivesse a proposta vantajosa, tudo bem. Quero é cumprir com a folha de pagamento. Infelizmente não conseguimos. Até julho estava em dia, mas por essas coisas não conseguimos. O Paulinho tem uma pra cima de 50 milhões de euros. Parecido com o Vinicius Junior. O que não quer dizer que só venderia por essa quantia.

Eurico Miranda ainda rebateu Julio Brant por afirmar que era o verdadeiro presidente do Vasco.

– O presidente do Vasco ainda não morreu. Está aqui. Ele pode ser candidato. Vamos ver lá depois. Não pode dizer que é. Eles tentaram o tempo inteiro inviabilizar as coisas para nós. Ele é um irresponsável.

O mandato de Eurico Miranda se encerra na próxima terça-feira (16). No atual cenário jurídico, a vitória na eleição é da chapa “Sempre Vasco Livre”, favorita para eleger Julio Brant como presidente na reunião do Conselho Deliberativo, prevista para acontecer até o dia 22.

0 comentários