10/06/18 - 18:04

Rio de Janeiro

Fluminense peca muito na defesa e leva goleada do Atlético em Belo Horizonte

Tricolor fez excelente primeiro tempo, mas não resistiu ao forte ataque atleticano na segunda etapa

Por: Matheus Emanuel

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

O jogo na capital mineira foi movimentado do início ao fim. Além dos seis gols marcados, houveram grandes chances de gol para ambos os lados, a equipe do Atlético aproveitou melhor tais oportunidades e derrotou o Fluminense por 5 a 2, com gols de Leonardo Silva, Roger Guedes, Tomas Andrade e Ricardo Oliveira. Pedro e Gilberto descontaram para os cariocas.

Atlético e Fluminense fizeram um primeiro tempo de tirar o fôlego. Ambas as equipes se propuseram a jogar um futebol aberto e visando sempre a meta adversária, o que contribuiu para uma primeira etapa com gols e diversas oportunidades de tento criadas. Logo aos dois minutos, Ricardo Oliveira recebeu passe de Fabio Santos e finalizou a jogada que parou numa boa defesa de Júlio César. A resposta tricolor veio aos 13 minutos, Pedro recebeu de costas na área, e passou para Gilberto, que cruzou errado, A bola sobrou para Douglas na marca do pênalti, que arrematou de primeira por cima do gol. A equipe carioca inaugurou o placar aos 28 minutos do período inicial, o lateral Gilberto se desmarcou e aproveitou escanteio cobrado por Douglas e efetuou uma cabeçada certeira para o fundo do gol de Victor, que nada pôde fazer.

Logo após o gol do Fluminense, o Atlético fez uma verdadeira blitz em frente a retaguarda tricolor, Roger Guedes finalizou para mais uma defesa de Júlio César. Leonardo Silva teve que tentar duas vezes para conseguir marcar, aos 33 desviou de cabeça e a bola foi parar no travessão. No minuto seguinte não teve trave para atrapalhar, o defensor foi encontrado por Patrick dentro da área, dominou e fuzilou, pra empatar o jogo pro galo. O gol impulsionou a equipe mineira, que alcançou a virada aos 45 minutos após bate-rebate na área, Roger Guedes limpou a marcação e bateu colocado no ângulo esquerdo, sem chances para o goleiro. O primeiro tempo já seria muito interessante se terminasse ali, contudo, o Fluminense não queria sair pro intervalo em desvantagem. Foi aí que Pedro, de volta a equipe após um período lesionado, aproveitou a falha de Patrick e não perdoou, bateu forte no fundo do gol, para empatar o jogo novamente.

O segundo tempo iniciou de forma elétrica. Aos três, Pedro recebeu passe de Jadson e acertou um lindo voleio, a bola passou pelo gol com bastante perigo. Aos 14, o Fluminense contou com um pouco de sorte para não tomar um novo revés. Tomás Andrade chutou da entrada da área, a bola bateu na trave, andou nas costas de Júlio César, tocou na trave de novo e retornou para as  mãos do goleiro do Fluminense. Aos 19, a sorte não sorriu para o time das Laranjeiras, Luan bateu escanteio à meia altura pela direita, Adilson desviou na primeira trave e Tomás Andrade bateu da entrada da área para virar o jogo. A entrada de Luan deu novo fôlego ao Atlético, o meia  fez boa jogada, a bola desviou no defensor do Fluminense e sobrou para Ricardo Oliveira, ele dominou e bateu rasteiro, mas parou em Júlio César, que fez o abafa.

O Fluminense voltou a assustar o Atlético apenas aos 28 do segundo tempo. Em cobrança de escanteio, Victor cortou de soco, Richard escorou de  para Pedro, que completou de cabeça, a bola saiu à direita da meta atleticana. O jogo ficou truncado no último terço do segundo tempo, a equipe do Fluminense não conseguia chegar com tanta contundência. Aos 41, Ricardo Oliveira bateu falta por cima da barreira, a bola foi no ângulo esquerdo, Júlio César ainda tocou na bola, mas não evita o golaço do camisa 9. A porteira ainda não estava completamente fechada, no último lance da partida, Ricardo Oliveira acionou Roger Guedes na área, ele deixou o zagueiro no chão e tocou na saída do goleiro para marcar um golaço e colocar números finais na partida.

Quem narrou a partida foi Ricardo Moreira. Confira:

0 comentários