08/06/18 - 09:56

Rio de Janeiro

Justiça nega mandado e Gustavo Scarpa segue vinculado ao Fluminense

Advogados do jogador estudam levar caso ao TST

Por: Jéssica Duarte 

Foto: Bruno Haddad / Fluminense F.C.

O caso Gustavo Scarpa segue em julgamento, mas na última quinta-feira (08) a saga ganhou mais um capítulo. O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro negou em definitivo o mandado de segurança do jogador solicitando sua liberação do Fluminense para que pudesse atuar por outro clube antes do fim do julgamento do processo. O placar da votação dos desembargadores foi de 8 a 3 em favor do Tricolor.

Com a decisão em 2ª instância, Scarpa segue sem poder atuar pelo Palmeiras, com quem havia assinado contrato em janeiro de 2018, e continua vinculado ao Fluminense. O jogador não compareceu ao julgamento. A juíza Dalva Macedo, da 70ª Vara do Trabalho do Rio, julgou o caso no dia 16 de abril, mas ainda não deu a sentença final. Seu veredicto era superior a qualquer decisão proferida na quinta-feira (07). Não há uma previsão de quando sairá a decisão.

Os advogados de Gustavo Scarpa estudam recorrer ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, conhecido como terceira instância. O relator do caso abriu a votação declarando-se a favor do pedido do jogador. O presidente da sessão também votou a favor do atleta. Porém, a maioria dos desembargadores entenderam que o tribunal não deveria entrar no mérito do caso antes de sair a decisão em 1ª instância, em que corre o processo principal do caso.
0 comentários