17/05/18 - 08:40

Rio de Janeiro

Kieza elogia Aguirre e destaca disputa sadia pela titularidade

Atacante gosta de ter concorrentes e afirma: "Sempre tem que ter sombra"

Por: Jéssica Duarte

Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Kieza encerrou seu jejum de quase três meses sem marcar gols na partida contra o Fluminense pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio Nilton Santos, na última segunda-feira (14). O atacante destacou a importância da disputa sadia pela vaga de titular no time e afirmou que vem trabalhando para aproveitar as oportunidades.

– É boa, sempre tem que ter sombra no nosso trabalho para não deixar a peteca cair. Concorrência sempre é bom, um respeitando o outro. Sigo trabalhando forte para conseguir estar no time. Quando não sai o gol é normal. Mas procuro fazer meu trabalho para quando as oportunidades chegarem.

O atacante comentou sobre as broncas do pai e garantiu estar acostumado. Além disso, Kieza afirmou que se sente bem jogando pela ponta.

– Meu pai é muito chato, me enche (risos). Falou muito na minha cabeça que não posso chegar na cara do gol e dar passe para o lado, que sou 9, tem que chutar… Sendo botafoguense como ele é, estou acostumado. Acho que todos os times que passei tive oportunidade de jogar pela beirada. Me sinto bem jogando pela ponta. Claro que ficar um tempo sem jogar na parte da marcação erra um pouco, é natural pelo costume. Mas no segundo tempo (do clássico) a gente teve uma conversa boa, acertamos a marcação e conseguimos equilibrar o jogo. Nunca tive pretensão de estar centralizado, sempre joguei aberto também. A oportunidade que tiver tem que estar disposto a aproveitar da melhor forma possível.

Kieza destacou a importância da chegada de Aguirre para a equipe e comentou sobre o jogo contra o América-MG, pelo Campeonato Brasileiro, no próximo domingo (20).

– O Aguirre é mais um que chega para nos ajudar, é um grande jogador. A gente estava esperando a sua estreia porque ele vai nos ajudar muito. Fico muito feliz por ele ter estreado, já sentido um pouco o nosso clima de jogo, já vai se acostumando. Jogo difícil contra o América Mineiro, contra uma equipe muito boa, forte jogando em casa. Temos que fazer um grande jogo lá e procurar somar pontos.

0 comentários