15/01/18 - 10:02

Rio de Janeiro

Mufarrej acredita em final feliz no “Caso Rony”

Clube japonês cobra US$ 10 milhões ao Cruzeiro e atacante pode ser devolvido

Correndo o risco de perder o atacante Rony, o presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej, esteve na festa de lançamento do Campeonato Carioca 2018 nesta segunda-feira (15) e se mostrou confiante em um final feliz na negociação entre o Cruzeiro e o Albirex Niigata, do Japão.

– Existe um contrato feito com o Cruzeiro em que nós passamos o Bruno Silva para eles por R$ 4 milhões, e viria o Rony com um percentual para nós, como ficaria um percentual para o Cruzeiro, conforme eles mostraram. Ficaria uma multa de R$ 1 milhão. Fomos notificados, e os departamentos jurídico e de futebol estão vendo como conciliar tudo. Caso contrário, o Cruzeiro vai ter que nos pagar mais R$ 1 milhão. Assim, não deu certo . Acredito que hoje (segunda-feira) à tarde vamos ter uma posição definitiva.

O Albirex Niigata notificou esta semana o Cruzeiro (clube que detém os direitos do atleta) cobrando a devolução do jogador ou multa de U$ 10 milhões (cerca de R$ 32,1 milhões). O GloboEsporte.com confirmou que existe o imbróglio, por isso ele ainda não assinou contrato com o Alvinegro.

Botafogo e Cruzeiro trabalham em sigilo para tentar resolver a situação com os japoneses. Enquanto isso, Rony já foi aprovado nos exames médicos no alvinegro e ainda não está liberado para treinar com os novos companheiros. Mesmo que ele precise retornar ao Japão, não há risco de o negócio por Bruno Silva não ser concluído. Nesse caso, a Raposa, que já pagou R$ 4 milhões aos cariocas, teria que desembolsar mais R$ 1 milhão.

0 comentários