11/12/18 - 15:07

Gabinete de intervenção critica mudanças na área de segurança

Autoridades mostram preocupação com a transição

Anunciada pelo governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, a possível divisão da Secretaria Estadual de Segurança (SES) preocupa autoridades da intervenção federal. O general, interventor federal, Walter Braga Netto, e o secretário de Segurança, general Richard Nunes, disseram que o plano de transição para a área de segurança estava contando com a continuidade do organograma da área.

Cúpula de Segurança reunida. Foto: Reprodução

A reunião foi realizada no fórum do Observatório Militar da Praia Vermelha. A unidade fica na Escola de Comando e Estado Maior do Exército, na Urca, Zona Sul do Rio. De acordo com as autoridades, todo o planejamento foi feito em cima disso e todo o legado foi pensado nessa estrutura. “Essa é a minha preocupação com a transição” disse Braga Netto. Ele palestrou durante a abertura do evento.

Ao responder perguntas de jornalistas, o secretário estadual de segurança, Richard Nunes, disse que a separação das polícias em duas secretarias pode gerar dificuldade administrativa e de integração das inteligências da Polícia Civil e da Polícia Militar.

0 comentários