17/07/18 - 16:53

Perspectivas para a economia voltar a crescer de forma sustentável não são positivas

Intenção de consumo das famílias brasileiras recua de junho para julho

O brasileiro recuou no consumo entre os meses de junho e julho. A informação foi divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). De acordo com o órgão, a Intenção de Consumo das Famílias teve uma queda de 1,8% . O registro atingiu 85,1 pontos em uma escala que vai de zero a 200 pontos.

Confiança do consumidor está ligada a demora na melhora da economia. Foto: Reprodução

De acordo com a CNC, os consumidores estão insatisfeitos em relação ao nível de consumo há 42 meses. Ainda de acordo com o órgão, não há grandes perspectivas se a economia não voltar a crescer de forma sustentável. Os sete componentes do índice recuaram de junho para julho, com destaque para as pioras na perspectiva de consumo, momento para a compra de bens duráveis e perspectiva profissional. Na comparação com junho de 2017, no entanto, a Intenção de Consumo das Famílias avançou 10,2%.

0 comentários