11/10/18 - 09:23

Mulher é assassinada pela filha e namorado dela na Região Serrana

Vítima foi torturada e morta por asfixia

Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Civil investiga a morte de uma mulher que teria sido assassinada pela própria filha e pelo namorado dela, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, no dia 2 de outubro.

Paloma Botelho Vasconcelos, de 21 anos, e Gabriel Molter Neves, de 26, são suspeitos de terem matado a comerciante Dircilene Botelho Garcia, de 51  anos. O casal teria assassinado a vítima usando formol, fitas e sacos plásticos. Dircilene morreu por asfixia e foi torturada durante 40 minutos. Após o crime, ela e o namorado modificaram a cena e prepararam o corpo da comerciante para que parecesse que ela morreu de causas naturais. De acordo com a Polícia Civil, Paloma e a mãe tinham brigas constantes.

A prisão do casal foi decretada na última sexta-feira (5), mas não pôde ser cumprida por causa do período eleitoral, que determina que nenhum eleitor possa ser preso cinco dias antes e 48h depois de uma votação. Gabriel e Paloma se aproveitaram da anistia do período e se apresentaram à 105ª DP na noite de sábado (6), confessando o crime e sendo liberados em seguida. Na última terça-feira (10), então, após o período eleitoral, eles fora foram capturados após negociação com familiares. Os dois vão responder pelo crime de homicídio duplamente qualificado.

0 comentários