Ao vivo >
Escolha seu jogo

31/01/18 - 14:28

Linha Amarela é fechada e causa pânico em motoristas

A via no momento está liberada, porém o centro de operações da prefeitura pede aos motoristas que evitem a região

A Polícia Militar informou em seu perfil no Twitter que a via expressa linha Amarela estava interditada por conta dos confrontos da Cidade de Deus, nesta quarta-feira (31). O líder do tráfico de drogas foi ferido e agentes continuam atuando no local. No momento a via permanece liberada, porém o Centro de Operações da prefeitura (Cor) pede aos motoristas que evitem a região.

Via foi interditadas por manifestantes. Foto: Reprodução.

Mais cedo a Linha amarela foi fechada por manifestantes. Motoristas se esconderam do lado dos carros para se protegerem de tiros que eram ouvidos na comunidade próxima ao local.

A via foi interditada por volta das 11h da manhã, na altura de Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. Objetos como contêineres de lixo foram usados para bloquear a via. A melhor opção é seguir pela Autoestrada Lagoa-Barra ou pelo Alto da Boa vista.

Alguns motoristas voltaram de ré pela via, outros abandonaram seus carros. Em vídeo divulgado  pela página Onde Tem Tiroteio (OTT-RJ), pessoas saem dos carros e se abrigam nas muretas ao lado da via.

Por conta de um novo tiroteio às 12:45 na localidade conhecida como Apartamentos, a tensão voltou à região.

A corporação informou que policiais do 18° BPM (Jacarepaguá) entravam na Cidade de Deus quando foram recebidos a tiros por criminosos.

Secretário de Segurança afirma que a situação é lamentável

Roberto Sá participou de um seminário para discutir estratégias da PM, com o intuito de melhorar as ações em 2018. Segundo ele a interdição de uma via tão importante foi lamentável.

Essa é uma imagem contra a qual a gente luta todos os dias, com os recursos que nós temos. Todas as instâncias do governo estão trabalhando para que a Segurança Pública seja priorizada devidamente. De forma que as instituições possam dar respostas cada vez mais elevadas para minimizar esse cenário. E se possível impedir que isso aconteça. Não resta dúvidas que a polícia do Rio de Janeiro, apoiada por forças federais, tem feito ao seu alcance, com estrategia, com técnica com planejamento. Mas enfrentamos uma situação muito complexa.

 

 

0 comentários