13/12/17 - 17:40

Votação da reforma da previdência fica para fevereiro

Rodrigo Maia afirmou nesta quarta-feira que a data para a votação será a data da vitória da reforma

O governo tentou negociar a leitura do texto em plenário, mas líder do governo no Senado, Romero Jucá, anunciou que a reforma será votada só em fevereiro. O deputado Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, afirmou nesta quarta-feira (13) que a data para a votação será a data da vitória da reforma.

Líderes da base aliada conversaram na tarde deste quarta e a decisão de adiar a votação para início do ano foi tomada pelos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). O acordo foi feito porque deputados cobravam a garantia do Senado aprovar a emenda devido a matéria ter um cunho impopular.

São necessários dois turnos e 308 deputados votando a favor da emenda. Dada a aprovação, o texto segue para o Senado, e precisa ser aprovado também em dois turnos.

Após incessantes reuniões com dirigentes partidários, o presidente da Câmara se mostra otimista em relação a vitória da PEC. De acordo com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, que também estava presente nessas reuniões, após a votação ser marcado deputados indecisos se sentirão pressionados.

O governo aposta na estratégia de levar o texto para votação depois de confirmado o apoio de 330 parlamentares, garantindo assim a aprovação da emenda.

0 comentários