13/03/18 - 07:32

Operação “Pão Nosso”: Delegado e Coronel são presos em mais um desdobramento da Lava Jato

Agentes da Polícia Federal estão nas ruas para cumprir 14 mandados de prisão

Coronel César Rubens Monteiro de Carvalho. Foto: Portal do Governo Estadual

O delegado Marcelo Luiz Santos Martins, diretor do Departamento Geral de Polícia Especializada do Rio, e o ex-secretário da Seap na gestão do ex-governador Sérgio Cabral, o coronel César Rubens Monteiro de Carvalho, foram presos na manhã desta terça-feira (13) durante mais um desdobramento da Operação Lava Jato. Agentes da Polícia Federal estão nas ruas para cumprir 14 mandados de prisão, sendo 9 temporárias e 5 preventivas.

De acordo com as investigações, os suspeitos integravam um esquema de superfaturamento e fraude no fornecimento de café da manhã e lanche para os detentos, em um contrato (não mais vigente) que envolvia o funcionamento de padarias dentro do complexo de Bangu, Zona Oeste do Rio.

A operação da Polícia Federal, que foi chamada de “Pão nosso”, é em conjunto com o Ministério Público Federal e também o Ministério Público Estadual que investigam, respectivamente, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e corrupção, além de peculato (se apropriar do dinheiro público) e fraude de licitação.

O desvio nestas fraudes chega a casa dos R$73 milhões. Os agentes descobriram que parte do dinheiro desviado foi usado para comprar lanchas e imóveis. De acordo com o MP, o pai do delegado também receberia mesada vinda do dinheiro desviado.

0 comentários