07/03/18 - 15:01

Recuperação da RJ-163 deve durar três meses

Rodovia dá acesso ao distrito de Resende

Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a obra para a recuperação da via de acesso à Visconde de Mauá, no Sul Fluminense do estado deve demorar cerca de três meses. A interdição tem início a partir da localidade de Capelinha, a 20 quilômetros do Centro da cidade. Duas das 55 barreiras só poderão ser retiradas com o uso de explosivos. Durante o último sábado (03) a chuva que atingiu a região causou deslizamentos na estrada e desabamentos de árvores. O local está interditado por tempo indeterminado.

Via permanece interditada por tempo indeterminado. Foto: Reprodução

Para chegar à Mauá os motoristas precisam utilizar o trajeto que passa por Minas, a RJ-161. A estrada foi liberada por volta das 17h desta terça-feira.

Até o momento, o trabalho de desobstrução da via vem sendo realizado com uma pá carregadeira e dois caminhões de uma empreiteira acionada pelo DER. Devido à extensão estrago, o órgão solicitou mais uma pá carregadeira, uma escavadeira e dois caminhões para tirar a terra. Existe risco de queda de novas barreiras. Por conta da umidade do solo, o asfalto, que já cedeu, continua sofrendo com a instabilidade, o que pode causar ainda mais estragos.

Recuperação da via deve demorar 3 meses. Foto: Divulgação Prefeitura de Resende.

José Roberto Resende, engenheiro-chefe da 5ª residência de obras e conservação do DER, informou que mais funcionários devem chegar até segunda-feira (12). Segundo ele, a instituição precisa contratar empresas terceirizadas para que desloquem os equipamentos para limpar a pista.

De acordo com o prefeito de Resende, Diogo Balieiro Diniz, 32 carros ficaram presos entre as barreiras entre Capelinha e Visconde de Mauá. Seis carros e quatro motos ficaram retidos na Serra do Eme, na RJ-161. O local fica entre o distrito de Vargem Grande, a 10 Km do Centro de Resende, e a localidade de Bagagem, a 23,5 Km de Mauá. No resgate de vítimas e desobstrução das vias, trabalham 120 funcionários do município. Não houve feridos.

0 comentários