Ao vivo >
Escolha seu jogo

23/02/19 - 14:02

Palavra Amiga / Caroline

Boa tarde heleno e família tupi.

   Tenho 27 anos, estou namorando e sou atendente de telemarketing. Eu sempre fui uma adolescente tímida e isso não mudou quando eu me tornei adulta. Eu só tive um namorado quando tinha 18 anos e mesmo assim só dei alguns beijos nele. Mesmo com a minha idade eu ainda sou virgem. Muita gente, como a minha família acha que isso é uma coisa boa e positiva e que estou me quardando para o casamento, mas a verdade é que eu nunca tive coragem de fazer sexo e nem meu ex-namorado tentou ter relações comigo. E por não ter experiência sempre me senti insegura e despreparada para tentar algum relacionamento.

   Minhas amigas sempre me zoaram e até hoje implicam comigo, mas para a maioria das pessoas eu me mantive discreta com relação à minha situação. Tento dar minha atenção às outras coisas, como ter um tempo para mim e vou sempre à uma livraria no meu bairro enquanto tomo um cappuccino enquanto escolho o livro que vou levar. Só que em uma desses passeios um homem parou ao meu lado e perguntou “você vêm sempre aqui?” Eu sorri e respondi “só quando me é conveniente”. Ele também riu e começamos a conversar, descobri que o nome dele é “Luiz” e falamos sobre livros. E quando tive que ir embora ele pegou meu telefone.

   No mesmo dia ele me mandou uma mensagem e durante duas semanas nós conversávamos dia e noite. Tínhamos muito em comum, e ele era um cara engraçado, que me fazia me sentir confortável e menos tímida. Há um mês começamos a sair. No nosso primeiro encontro, ao invés de irmos ao cinema ou à um restaurante, ele me levou à uma apresentação de stand up, e a surpresa foi ainda maior quando ele subiu no palco e começou a falar. Foi assim que eu descobri que o “Luiz” é comediante e ali ele me cativou, porque não tem nada mais atraente para mim do que um cara que me faça rir.

   Daí para frente foi só descontração, me senti mais confiante e achei que esse relacionamento daria certo. Mas faz um mês desde que começamos a namorar sério e ele está começando a por a mão boba aqui e ali. Não contei ao “Luiz” que sou virgem e tenho medo de que ele termine comigo por achar muita responsabilidade ter que ser o primeiro homem da minha vida. Por outro lado, acho que talvez ele nem note que ainda sou virgem na hora que formos fazer sexo. Isso tem me deixado muito insegura e ele está cada vez mais deixando claro que quer subir o nível do nosso namoro.

   Eu tenho recuado e ele parece ter ficado triste e deve estar pensando que eu não me sinto atraída por ele. Heleno, estou me sentindo muita perdida e o que eu mais quero agora é transar! Já tenho 26 anos e esperei demais, e se não for com o “Luiz” que é para mim o cara mais interessante do mundo, então não vai ser com mais ninguém. Se esse namoro não der certo eu acho que vou entrar em um convento e morrer virgem. Falei com as minhas amigas e elas dizem que eu deveria enbebedar o “Luiz” para ele nem reparar que sou virgem e seguir em frente.

   Mas quero que minha primeira vez seja especial e que ele esteja bem lúcido quando acontecer. Além disso, também estou com medo de doer muito quando fizermos amor. Minhas amigas dizem que a primeira vez é sempre muito ruim e que só com o tempo melhora. Falei com a minha irmã e ela disse que eu deveria ser sincera e contar que sou virgem e que se ele realmente gostar de mim ele vai entender, aceitar e me tratar com muito carinho, mas ainda estou confusa e sem saber o que fazer eu preciso muito de uma “Palavra Amiga.”

0 comentários