NO AR

A Voz do Brasil

De 19:00 às 20:00
> Ver a programação completa

A seguir

Programa Cristiano Santos

19:00 A Voz do Brasil
20:00 Programa Cristiano Santos
22:00 Giro Esportivo

JORNALISMO

13/09/2017 19:18

Nota de esclarecimento sobre ocorrido no programa "Fala, Garotinho"

Confira trecho da nota oficial do advogado de defesa Carlos Azeredo

Por: Departamento Web
  
O ex-governador do Rio, Anthony Garotinho, foi preso pela Polícia Federal, na manhã desta quarta-feira (13), nos estúdios da Super Rádio Tupi, durante a apresentação do programa diário “Fala Garotinho”, que vai ao ar de 09h30 às 11h. A Polícia Federal cumpriu sentença expedida pelo juiz Ralph Manhães da 100ª Zona Eleitoral, em Campos dos Goytacazes. Segundo a Justiça, Anthony Garotinho usou uma verba de R$ 11 milhões do Cheque Cidadão, durante o governo da mulher Rosinha Garotinho, entre junho e agosto do ano passado, para compra de votos.

Em nota, o advogado de defesa Carlos Azeredo, repudiou os motivos apresentados para a prisão do ex-governador e entende que a decisão de mantê-lo preso em casa, em Campos, tem a intenção de privá-lo do seu trabalho na Rádio Tupi e em seus canais digitais e, com isso, evitar que ele continue denunciando políticos criminosos importantes, alguns deles que já foram até presos. A defesa nega as acusações imputadas a ele e informa que ele nunca nem foi acusado de roubo ou corrupção.

Confira um trecho da nota oficial: 

"O processo fala de suspeitas infundadas de compra de votos, o que por si só não justifica prisão. A defesa afirma que a prisão domiciliar, além de não ter base legal, causa danos à sua família já que o impede de exercer sua profissão de radialista e sustentar sua família. A defesa do ex-governador irá recorrer da decisão".

PUBLICIDADE