28/06/18 - 16:14

Após arquivar pedido de liberdade feito pela defesa de Lula, STF irá julgar recurso

Data do julgamento será marcada pela ministra Cármen Lúcia

Defesa de Lula tenta recurso para libertá-lo. Foto: Reprodução

O Supremo Tribunal Federal (STF) está liberado para julgar o recurso solicitado pela defesa do ex-presidente Lula. A decisão foi tomada pelo ministro Luiz Edson Fachin, nesta quinta-feira (28). Anteriormente, o pedido de liberdade para o petista havia sido arquivado.

A data do julgamento deverá ser marcada pela ministra Cármen Lúcia. A decisão de Fachin pretende liberar a pauta para o plenário antes do parecer da Procuradoria Geral da República (PGR), para garantir que o pedido da defesa seja analisado na volta do recesso – que para as atividades em julho e só retorna em agosto-. Com isso, uma decisão liminar de outro ministro poderá ser evitada.

A defesa de Lula pediu, ainda, a mudança do relator do processo. O ex-presidente foi preso em abril após ser condenado pelo Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4) a 12 anos e 1 mês, no caso do tríplex do Guarujá, em São Paulo. Ainda de acordo com os advogados do petista, ele tem direto a liberdade enquanto houver possibilidades de recursos.

0 comentários