27/04/18 - 11:04

Desembargadora será novamente processada por família de Marielle

Magistrada compartilhou informações falsas sobre a vida pessoal da vereadora

Marília de Castro Neves Vieira será mais uma vez processada pela filha e a viúva da vereadora Marielle Franco. A desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) alegou no início de março que a parlamentar teria se envolvido com criminosos e que sua morte seria encomendada por uma facção criminosa.

Na última semana, a desembargadora citou a vereadora assassinada durante um pedido de desculpas por ofender a primeira professora com síndrome de Down do Brasil. De acordo com o advogado da família, João Tancredo, Marília justificou sua atitude, porém não se desculpou pelo que disse sobre a parlamentar.

A família da vereadora irá pedir uma indenização no valor de seis vezes o salário bruto da magistrada. No mês de março a desembargadora pagou R$ 61 mil, por danos morais. A decisão foi publicada em jornais de grande circulação e a sentença deveria ser postada e fixada no Facebook da desembargadora. O gabinete de Marília de Castro afirmou que não irá se pronunciar sobre o caso.

De acordo com Polícia, uma reprodução simulada do crime está prevista para acontecer no começo de maio.

0 comentários