14/08/18 - 17:45

Rio de Janeiro

Alexandre Faria, diretor de futebol do Vasco, comenta sobre a busca por um novo técnico para o comando do Cruz-Maltino

Dirigente afirma: "Temos que ter calma e tranquilidade para tomar a melhor decisão possível"

Por: Jéssica Duarte

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

O Vasco encara o Ceará na próxima segunda-feira, pelo Campeonato Brasileiro. O Cruz-Maltino tem dois jogos a menos e está perto da zona de rebaixamento. Em entrevista coletiva, o diretor de futebol do Vasco, Alexandre Faria, afirmou que o time carioca precisa vencer em São Januário e que a prioridade do clube agora é contratar um treinador. Jorginho deixou o cargo do Cruz-Maltino na última segunda-feira.

– Tem que trabalhar para fazer os pontos rápido e ganhar confiança. Tem momentos que tem que jogar bem, outros tem que ganhar. Nossa realidade hoje, contra o Ceará, é ganhar, ganhar e ganhar. Acho que o Vasco tem elenco em condição de estar acima na tabela. Nossa prioridade agora é a definição do treinador.

A torcida do Vasco tem pedido muito para que o técnico interino, Valdir Bigode, assuma o comando do clube até o final da temporada. Alexandre Faria destacou a importância do ex-jogador para o time, mas ressaltou a busca por uma nova opção.

– Confiança no Valdir é total. Por enquanto, ele assume como interino. Valdir é uma pessoa maravilhosa. Esta se preparando para isso. O momento dele vai chegar. Está fazendo cursos. Não posso afirmar que é agora. Não temos nenhuma negociação em andamento. Estamos avaliando. Temos que ver o perfil do elenco e encontrar o treinador que mais se adapta. Com muita calma, vamos buscar um novo treinador. Temos que ter calma e tranquilidade para tomar a melhor decisão possível. Uns 30 treinadores foram oferecidos. É normal. Todos querem trabalhar no Vasco. Temos preferências. É provável que hoje a gente tenha esse nome de consenso para atacar.

Alexandre Faria também afirmou que o trabalho de Jorginho foi bem feito, mas os resultados não surgiram efeito.

– Foram 10 jogos em três meses. Trabalho do dia-a-dia dele foi bem feito, mas não conseguiu traduzir isso em resultado. Percebemos que em algum momento as coisas faltaram. São números que não condizem com o elenco que a gente tem. Temos um elenco muito forte. A reunião com os atletas foi até no sentido disso. Todos precisam assumir a responsabilidade.

O nome que mais agrada a diretoria Vascaína é o de Abel Braga. Porém, o treinador já afirmou que não pretende trabalhar mais esse ano. Jair Ventura e Milton Mendes são outros nomes que agradam.

0 comentários