04/12/18 - 14:24

Rio de Janeiro

Alexandre Faria elogia Valentim e projeta 2019: “Time à altura da nossa torcida”

Diretor de futebol comenta sobre permanência na Série A e situação do goleiro Martín Silva

Por: Jéssica Duarte

Foto: Rafael Ribeiro/ Vasco

A torcida do Vasco da Gama foi fundamental na luta pela permanência do clube na Série A do Campeonato Brasileiro. Com lindas festas em São Januário, os torcedores apoiaram o time até nos momentos mais complicados, mas não deixaram de protestar e reclamar dos resultados ruins. Em entrevista após a partida contra o Ceará, o diretor de futebol do Cruz-Maltino, Alexandre Faria, comentou sobre o trabalho do técnico Alberto Valentim em 2018.

– O Valentim tem contrato até o fim do ano que vem. A questão de troca de treinador é a pior coisa que pode acontecer, ninguém quer trocar. Só troca quando não dá resultado. Percebemos no dia a dia um trabalho muito qualificado do Valentim e da sua comissão. O time já tem padrão, uma linha de jogo definida. E poderemos recuperar os jogadores. Precisamos ter um time à altura da nossa torcida. Já passei por oito clubes, mas o que essa torcida fez esse ano, nunca vi igual. Podem ter certeza de que 2019 teremos um time à altura.

Um dos assuntos dos últimos dias foi uma possível saída do goleiro Martín Silva do Vasco. Muitos torcedores ficaram revoltados com a situação e consideraram ingratidão com o arqueiro, que é considerado ídolo por muitos. Alexandre Faria falou sobre a permanência do defensor e o elogiou bastante.

– O Martín é um goleiro de seleção, disputou Copa do Mundo. Na minha avaliação, um dos melhores goleiro do Brasil. É um ídolo e precisamos ter cuidado com algumas coisas. Tem muitos clubes querendo goleiro e podem querer criar atrito dele com o Vasco. O Martín é nosso líder, é espetacular, tem contrato e estamos muito felizes com ele. Muita coisa foi dita na imprensa, mas temos que ter cuidados.

Sem motivos para comemorar, o Vasco precisa mudar bastante para sair dessa fase horrível que se encontra. Mesmo com a permanência na Série A, o Cruz-Maltino já tem que pensar em 2019 com a cabeça erguida. Para Alexandre Faria, o tamanho do clube carioca não permite uma comemoração da atual situação.

– A primeira sensação é de alívio, mas o tamanho do Vasco não nos permite comemorar uma permanência. Por tudo que aconteceu, ao menos teremos tranquilidade para iniciar um trabalho desde o início da temporada. Eu cheguei no início de julho. Foi um ano conturbado, com muita coisa acontecendo fora de campo. Conseguimos trazer peças importantes com contrato até o fim do ano que vem.

O elenco do Vasco se reapresenta no dia 3 de janeiro para o início da pré-temporada. O local ainda não foi divulgado. 

0 comentários