29/06/16 - 09:55

Capitão do Fla Sub-17 é o “Prata da Casa que Vale Ouro” desta semana

Flamengo e Botafogo decidem no próximo sábado (02), na Gávea, a Taça Guanabara Sub-17. No primeiro jogo, empate por 2 a 2, no Caio Martins. O Rubro-Negro chega na finalíssima invicto na competição. Em 15 jogos, venceu nove e empatou seis. Além disso, o time é dono do melhor ataque e da melhor defesa do campeonato. Um dos destaques da equipe é o  zagueiro e capitão, Matheus Thuler, "Prata da Casa que Vale Ouro" desta semana.
Segredo da grande campanha Rubro-Negra
"Isso é fruto de muito trabalho no nosso dia-a-dia. Grupo é muito unido, muito forte e isso ajuda muito. Um corre pelo outro sempre, estamos sempre nos ajudando e isso que dá os resultados". 
Apoio da família e chegada ao Flamengo
"Quem me apoiou e me apóia muito é meu pai que está sempre comigo e me leva para tudo que é canto. Eu comecei com 6 anos no Fluminense e fiquei até os sete. Com oito anos fiz um teste no Flamengo, passei graças a Deus e estou até hoje".
Principais características
"Minha principal característica é a vontade dentro de campo e a liderança. Trabalho para melhorar a parte técnica, mas vontade e raça nunca vão faltar. Não tem bola perdida, vou em todas".
Ser capitão
"O Flamengo vem em depositando essa confiança desde os 9 anos no futsal e a confiança que é passada para mim eu devolvo aos meus companheiros com apoio e cobrança também".
Referência no futebol
"Jogador que eu admiro muito é o Sergio Ramos, da seleção espanhola e do Real Madrid. Gosto muito do estilo de jogo dele, pela raça e liderança que ele tem e sempre procuro me espelhar nele".
Versatilidade
"Desde que cheguei no Flamengo eu sou zagueiro. Já treinei algumas vezes de volante, no máximo uns 10, 15 minutos em um jogo ou outro mas nunca saí da posição".
Grande sonho no futebol
"Ser revelado pelo Flamengo, que é meu time de coração, jogar no Maracanã com a torcida me apoiando. Eu também sonho em jogar na Europa, disputar uma Liga dos Campeões, uma Copa do Mundo, mas primeiramente chegar aos profissionais do Flamengo".  
0 comentários