25/04/18 - 23:46

Rio de Janeiro

Com polêmicas de arbitragem, Flamengo e Santa Fe só empatam pela Libertadores

Em jogo sem gols, árbitro erra para os dois lados

Por: Jéssica Duarte

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Em Bogotá, pela quarta rodada da Libertadores pelo Grupo 4, o Flamengo enfrentou o Santa Fe. O jogo terminou empatado em 0 a 0. A partida teve contou com muitas polêmicas da arbitragem para ambos os lados. Para os colombianos, o juiz não marcou um pênalti de Henrique Dourado. Para os Rubro-Negros, o árbitro terminou a partida quando Geuvânio roubou a bola e logo em seguida marcou o gol. O Flamengo segue líder do seu Grupo na competição.

O primeiro tempo foi marcado por boas chances de gol desperdiçadas. O Santa Fe, mandante da partida, chegava com perigo na área do Flamengo. Logo aos cinco minutos, Pajoy quase dominou sozinho na área, mas Diego Alves conseguiu fazer a defesa. No lance seguinte, Gordillo arriscou de longe, mas o goleiro Rubro-Negro defendeu. Os colombianos tentavam ser mais intensos nos primeiros minutos da partida. O fator altitude facilitava e eles apostavam em bolas largas para o ataque. Aos dez, Plata entrou na área, mas Juan chegou na hora certa para cortar. Em lance de perigo, o zagueiro Lopez subiu livre de marcação, mas mandou de cabeça para fora. O Flamengo respondeu com Diego, mas a defesa adversária tirou.

O Rubro-Negro chegou bem com Vinícius Júnior, mas na hora da finalização a defesa colombiana bloqueou. Santa Fe chegou com perigo com Morelo e Pajoy, mas os chutes foram bloqueados. No lance seguinte, Henrique Dourado tira a bola na área com o braço, pênalti não marcado pelo juiz. O Santa Fe tentou com Morelo de cabeça, mas a bola foi para fora. Rodinei ainda tentou no final da primeira etapa, com um chute de longe, mas a bola passou longe do gol adversário.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

O Flamengo não se encontrava no jogo e permitia muitos espaços para o Santa Fe. O mandante aproveitava melhor as chances de assustar o goleiro Diego Alves. Logo aos quatro minutos da segunda etapa, Plata tentou cruzar, mas Juan tirou. Na sobra, Perlaza ainda tentou arriscar, mas mandou para fora. Arboleda chegou na linha de fundo e cruzou, a bola passou pela área, mas Rodinei tirou. No lance seguinte, Arboleda cruzou na área, Diego Alves não alcançou, a zaga Rubro-Negra conseguiu afastar. Gil tentou no lance seguinte, com perigo, mas a bola foi para fora. O Flamengo respondeu aos 21 minutos do segundo tempo, com Arão jogando na área, mas a bola foi forte demais e Diego não alcançou.

Paquetá recebeu de Diego e lançou para Arão, o volante arriscou o chute, mas a bola foi por cima do gol. No lance seguinte, a bola foi levantada por Renê na área, Tesillo afastou e por muito pouco não marcou um gol contra. O Flamengo chegou bem com Diego, chutando de fora da área, mas Zapata espalmou. O Santa Fe chegou de novo, em uma confusão na área, a bola ficou quicando e Juan afastou. Na sobra, Plata tentou o giro na área, mas foi desarmado. O Rubro-Negro teve uma chance CLARA de gol no fim do segundo tempo. Geuvânio puxou contra-ataque pela direita, cruzou na área para Marlos Moreno que ia entrando livre na área. Sem marcação, mandou por cima do gol. O Santa Fe respondeu com Plata, que limpou bem a marcação e também chutou por cima do gol. O Flamengo ainda teve uma chance enorme, em um contra-ataque Geuvânio recuperou a bola, entrou na área e mandou para o fundo da rede. Mas o juiz já tinha parado o jogo.

Quem narrou esta partida foi José Carlos Araújo. Confira:

 

0 comentários