24/05/16 - 12:23

Crise no Fla faz Bandeira de Mello dispensar Seleção

A Confederação Brasileira de Futebol anunciou no início da tarde desta terça-feira, que por razões ligadas à administração do Flamengo e o longo período de ausência que se faria necessário, o presidente rubro-negro Eduardo Bandeira de Mello pediu à CBF dispensa da função de chefe de delegação da Seleção Brasileira durante a Copa América Centenário, que acontece entre os dias 3 e 26 de junho, nos Estados Unidos. Porém, como forma de apoio, o dirigente irá comparecer a alguns jogos da competição, incluindo a estreia, em 4 de junho, contra o Equador.
Eduardo Bandeira de Mello falou sobre a desistência da função.
"Quando aceitei o convite da CBF para chefiar a delegação da Seleção Brasileira nos Estados Unidos, o Flamengo vivia um momento bem menos conturbado do que o atual. Logo, em função da necessidade de reencontramos o caminho dos resultados positivos no futebol, seguirei próximo ao clube, assim como tenho feito desde que assumi a presidência em 2013. Em respeito à Seleção, comparecerei ao jogo de estreia na Copa América diante do Equador, dia 4", disse o presidente do Flamengo.
Em razão disso, o vice-presidente Antônio Carlos Nunes de Lima acumulará as funções de chefe de delegação do Brasil durante o torneio.
0 comentários