07/01/16 - 10:26

Departamento jurídico aguarda notificação para contestar dívida cobrada pelo atacante Henrique Almeida

Na última terça-feira, através de um comunicado oficial enviado pela assessoria particular, o atacante Henrique Almeida informou que devido uma dívida do botafogo não vai se reapresentar e já ingressou na 24ª Vara do TRT-RJ com pedido de tutela antecipada (declaração da rescisão contratual por culpa do clube). O atleta cobra 28 meses de FGTS, 13º, férias e luvas. 
Devido o recesso da justiça que termina hoje, o departamento jurídico do clube ainda não foi notificado da decisão. Pela Apuração da SUPER RÁDIO TUPI, o Botafogo alega que esse montante cobrado é inexistente, já que grande parte do FGTS e salários foram pagos. O jurídico espera ser chamado para prestar esclarecimentos e tentar evitar a perda dos direitos do jogador para lucrar com uma possível negociação. O clima entre Henrique Almeida e os torcedores azedou depois do episódio. 
"Estamos cientes e é uma situação chata. Sei que o Botafogo já havia pago parte do que ele cobra. Ele estava nos planos, mas depois disso… Fica difícil, mesmo que consigamos manter o jogador na Justiça. Vamos ver o que vai ocorrer" disse o Vice de Futebol Cacá Azeredo ao UOL.
0 comentários