26/03/18 - 20:52

Rio de Janeiro

Diretor geral do Fluminense confirma Maracanã como casa tricolor para a temporada e diz que é pé quente

Desde agosto do ano passado no clube, o dirigente comemora seu primeiro título e salários em dia

Por: Sérgio Guimarães
F
Foto: Site do Fluminense

O Diretor geral executivo do Fluminense, Marcus Vinicius Freire, está comemorando seu primeiro título no tricolor, ele considera que a participação de Abel Braga e Paulo Autuori foram fundamentais e ressalta o trabalho feito pelos dos jogadores em campo.

O dirigente confirma que o Maracanã vai ser a casa do Flu no restante da temporada. A torcida tricolor gosta do estádio e o público do jogo contra o Botafogo, foi o primeiro que o clube não teve prejuízo.

– Foi a primeira vez que não pagamos para jogar, alcançamos a média com um número acima da média do carioca. Para o jogo contra o Vasco na quinta-feira, dá para projetar um público superior, vamos colocar uma carga parecida, 40 mil, a torcida do Vasco é muito grande. O Maracanã é a nossa prioridade.

Sobre o título da Taça Rio:

– Estou muito feliz, sou pé quente, no meu primeiro título disputado, conquistamos a Taça Rio. Conseguimos arrumar a casa e formar um time competitivo. Um vestiário feliz com o que essa garotada conseguiu. A importância de ter Abel Braga e Paulo Autuori, foi fundamental, sem esses dois não conseguiríamos. Foi muito difícil o começo, sem tirar os méritos dos jogadores.

Finanças do clube:

– O pagamento está em dia, temos 500 funcionários no clube, quando chegamos havia quatro meses em atraso. Ter a tranquilidade para trabalhar em campo é fundamental. A garotada mostrou que a responsabilidade deles é de ganhar jogo e título. O prêmio de 1 milhão de reais da premiação da Taça Rio vai ajudar, toda nova receita é importante para nós.

Reforços:

– Prometo um time competitivo, mas a prioridade é pagar salários, mas vamos atender as solicitações do Abel Braga.

Ouça na íntegra a entrevista com Marcus Vinicius Freire:

 

0 comentários