18/01/16 - 11:00

“Estamos trabalhando firme para surpreender”, diz Geovane Maranhão, do Madureira

O Madureira segue no mercado à procura de reforços para a disputa do Campeonato Carioca. Após anunciar o atacante Souza, ex-Vasco e Flamengo, o Tricolor Suburbano confirmou a contratação do lateral-esquerdo Hernane, que disputou a Série B do Brasileirão no ano passado pelo Macáe. O jogador, de 31 anos, com passagem pelo Vasco, já estava treinando sob o comando do técnico Alfredo Sampaio desde o final de dezembro. Porém, somente na semana passada foi oficializado pelo clube.

Enquanto isso, o treinador do Madureira vai dando corpo à equipe visando o Cariocão. A reportagem da Super Rádio Tupi conversou com o atacante Geovane Maranhão, que participou do Giro Esportivo da noite deste domingo. Aos 26 anos, Geovane é cria do Marília e ficou um ano no Vasco. Chegou ao Madureira na temporada passada, depois de passar pelo Belenenses, de Portugal.

Como está sendo a preparação do Madureira para a disputa do Campeonato Carioca?
Nossa preparação tem sido de trabalho muito intenso. Na maioria dos dias da semana temos trabalhado em dois períodos. Estamos trabalhando no CT do Artsul, com a carga de trabalho intensa, que deve cair nas últimas semanas que antecedem o Campeonato. Mas a pré-temporada tem sido de muita qualidade, com o trabalho do professor Alfredo e da comissão técnica. Estamos trabalhando firme para surpreender no início da competição e manter a pegada até o final.
Como a chegada do experiente atacante Souza transformou o ambiente do Madureira?
Deu um ânimo a mais pra todo mundo. Sabemos que é um cara campeão, que gosta de vencer, que gosta de ganhar. Já jogou por vários clubes grandes e ganhou vários títulos. É um cara que é sempre bom ter no grupo. Serve de espelho aos mais jovens, o que não vai ser diferente no meu caso. Vou querer aprender muito com ele.
Você é um atacante de velocidade, que costuma partir para os adversários. Está preparado para tomar pancadas de Juan (Flamengo), Henrique (Fluminense), Rodrigo (Vasco) e Renan Fonseca (Botafogo)?
Vou procurar sempre jogar com velocidade e escapar o máximo possível das pancadas. São zagueiros bons, de qualidade, que estão em time. Então, tenho que usar a habilidade para fugir o mais rápido das pancadas. Mas, se tiver que tomar pancada, estarei preparado
Você tem a pretensão de voltar a jogar em um clube grande do Rio de Janeiro ou planeja voltar a atuar na Europa?
Meu pensamento é de fazer um bom Carioca, porque já senti o gostinho de como é jogar em um clube grande e quero voltar. Jogar na Europa é um sonho de qualquer jogador brasileiro. O meu não é diferente. Já fui, já voltei… já tive essa experiência. No futuro desejo voltar para lá.

O Madureira estreia no Carioca contra o Vasco no domingo (31), às 17h, em São Januário

0 comentários