05/07/16 - 10:50

Flu completa um terço de Brasileirão como pior finalizador, e jovem Richarlison é o mais criticado

A pontaria no Fluminense está, definitivamente, descalibrada. Com o empate por 0 a 0 contra o Coritiba no sábado no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o time treinado por Levir Culpi completou o primeiro terço do Campeonato Brasileiro como o pior finalizador da competição. Sob o comando de Levir, o Tricolor não tem conseguido de forma alguma evoluir no quesito: foram 146 finalizações concluídas até o momento e apenas 13 gols marcados, o que dá um aproveitamento de apenas 8,9% de acerto. O treinador já utilizou sete atacantes nas 13 rodadas que o time disputou: Magno Alves, Marcos Júnior, Richarlison, Samuel, Osvaldo, Pedro e Fred, que deixou o clube. O detalhe é que ninguém conseguiu resolver o problema da falta de pontaria do Flu na competição. 

Foto: Reprodução / Internet | Marcos Júnior lamenta uma oportunidade desperdiçada: tônica do Flu no Brasileirão

O jovem Richarlison, de 19 anos, chegou como esperança de suprir a carência de gols, sobretudo depois da saída de Fred, mas é um dos nomes mais questionados. Apesar do gol decisivo na vitória no clássico contra o Flamengo há duas semanas, por 2 a 1, o capixaba tem sido criticado por alguns conselheiros da ala mais radical do clube, que acreditam que o presidente Peter Siemsem torrou R$10 milhões com um jogador que ainda não deu retorno esperado para uma gestão que vem pregando austeridade financeira. No ano passado, pela Série B, Richarlison foi um dos principais destaques do América-MG, que garantiu o acesso à elite: em 24 jogos, marcou nove gols, deu quatro assistências e foi apontado como uma das principais revelações da segundona. O atacante admite que a pressão é grande por um melhor desempenho.

"Pressão sempre existe, né. Aqui é o Fluminense. Nós estamos tentando fazer as coisas dentro de campo, mas, infelizmente, os resultados não têm acontecido da maneira que queremos. A bola não quer entrar. O jeito é trabalhar bem durante a semana, treinar mais finalizações, para que durante o jogo a bola entre. Estamos precisando da vitória e pontuar no Brasileiro, que é um campeonato difícil no qual precisamos estar em um fluxo bom de pontuação", afirma.

Foto: Site Oficial do Fluminense | Jovem Richarlison, de 19 anos, é o mais cobrado pela falta de gols do time

De acordo com apuração da Super Rádio Tupi, Rafael Sóbis, campeão nacional pelo Flu em 2012, foi oferecido ao clube pelo empresário Jorge Machado antes de deixar o Tigres, do México, mas Peter Siemsen não se interessou em iniciar conversas pelo jogador. O detalhe curioso é que o dinheiro que poderia ser investido na contratação de Sóbis acabou sendo utilizado na aquisição dos direitos de Richarlison junto ao América-MG. Para conselheiros, Richarlison "domina e passa mal a bola e ainda por cima não é bom finalizador". Para tentar melhorar no quesito, a diretoria foi atrás de mais um atacante: Henrique Dourado. 

Henrique tem 26 anos e marcou 12 gols pelo Vitória de Guimarães na última edição do Campeonato Português. Vestindo a camisa do Palmeiras, foi o vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2014 com 16 gols – coincidentemente, atrás apenas de Fred, que fez 18. A expectativa é de que o jogador será apresentado após o treino de hoje, nas Laranjeiras. O clube já recebeu o atestado liberatório do Vitória de Guimarães enviado através da Federação Portuguesa de Futebol, mas havia a pendência de um documento formalizando a aquisição de 50% dos direitos do atacante junto ao Mirassol-SP. Henrique Dourado está fora da partida contra o Ypiranga, quarta-feira, em Volta Redonda, pela Copa do Brasil. A expectativa do técnico Levir Culpi é poder relacioná-lo para o jogo diante do Vitória, domingo, em Salvador, pelo Campeonato Brasileiro, mas tudo vai depender do desempenho do atacante nos treinos desta semana, já que não disputa uma partida oficial há dois meses.
O ambiente no Flu não está nada bom após os últimos resultados. Mesmo com a vitória contra o Flamengo, há duas semanas, o Tricolor não conseguiu emplacar uma sequência de bons resultados e tem irritado a torcida. Na sexta-feira passada, um grupo de 15 torcedores protestaram no CT do clube pelo irregular Brasileiro. O Tricolor está na 12ª posição e enfrenta o Vitória no domingo, no Barradão, às 19h30. Antes, tem compromisso pela Copa do Brasil: amanhã, encara o Ypiranga no Raulino de Oliveira, pelo jogo de ida da terceira fase do torneio.

Matérias relacionadas:
0 comentários