09/06/16 - 20:43

Fred não aparece e pode não se transferir para o Atlético-MG

Depois de já ter sido até anunciado pelo presidente do Atlético-MG, as negociações entre Fred e Galo parecem ter empacado. Essa foi o principal ponto da entrevista coletiva do Presidente Peter Siemsen. Ele comunicou aos jornalistas que não poderia contar com a presença de Fred e Francis Melo, empresário do jogador. Segundo o Mandatário, existe um impasse entre Atlético-MG e os representantes do jogador. Dessa forma, tudo aconteceu diferentemente do que era planejado. Nesta noite, estava prevista uma posição oficial da presidência do clube tricolor e do camisa 9, ás 17h30, nas Laranjeiras, para oficializar a transferência.
Aparentemente irritado e pedindo desculpa aos profissionais da imprensa, que já esperavam pela entrevista há quase três horas, Peter deixou claro que o lado entre os clubes está resolvido, mas agora, o entrave está acontecendo por parte do atleta e do clube mineiro. Além disso, ficou no ar uma expectativa que as negociações possam se encerrar antes de acontecer um desfecho positivo entre as partes.
"Esse atraso se deu pois os representantes do atleta e do Galo ainda não se acertaram. Dessa forma, não podemos, ainda, conceder uma entrevista coletiva e, por isso, o jogador não pode vir falar. É difícil eu dar uma opinião em uma negociação que eu não estou envolvido. O Fluminense fez o acordo tanto com o Atlético-MG, quanto o Fred. O resto é com eles. Não estou envolvido nesse lado da negociação. Se amanhã, a negociação não andar pra frente, vamos seguir e tentar arrumar formas de solucionar o caso". 
Ontem, muito se foi falado sobre a saída do jogador: Problemas com Levir Culpi e elenco, altos salários, além de alguns outros. No entanto, Siemsen tratou de minimizar todos esses fatos isolados e explicou o por quê do ciclo do jogador ter chegado ao fim nas Laranjeiras, possa ser uma coisa natural da vida, e que será bom para ambos os lados.
"A vida é feita de ciclos. Nesse caso, ele tem família em Minas Gerais, casa, fazenda e a esposa está grávida. Esse é um momento que ele se aproxima do fim da carreira. Por isso ele deseja se transferir para a sua cidade de origem, onde possa, também, desempenhar o seu futebol. Não mudo minha opinião. O Fred é o maior ídolo contemporâneo do Fluminense. Nos ajudou muito, mas a vida passa. Novos desafios são impostos e o clube vem passando por novos desafios. Hoje o Tricolor vem passando por mudanças de olho no futuro. Reconheço tudo o que o Fred fez por nós, mas estamos construindo tudo com uma filosofia diferente. Esperamos criar grandes times".
Peter também explica que o clube vem construindo uma nova filosofia, buscando não trabalhar com projetos imediatistas e que não irão gerar pontos positivos ao clube futuramente. A atual busca do Tricolor é montar um futuro melhor, tanto nas categorias de base, quanto estruturalmente. Ele também falou em estádio. 
"O Fluminense vem trabalhando com um projeto à longo prazo. Vamos continuar com os investimentos, que serão menos imediatistas. Estamos buscando jogadores jovens que, claro, vão demorar a maturar e vão falhar, mas queremos uma reconstrução jovem que garanta as bases necessárias às nossas categorias de base. Além disso, um clube grande como o Fluminense tem que pensar e ter um estádio. Estamos montando um processo de transição para termos um Fluminense forte em todos os aspectos futuramente".
Peter Siemsen também garantiu que o Tricolor das Laranjeiras não trabalhará visando buscar um nome para o lugar de Fred. Segundo ele, o clube possui dos nomes jovens e de qualidade para assumir a posição. A maior prioridade, agora, é um meia e para outras posições. No entanto, que, um bom nome se aparecer, pode ser estudado.
"Na verdade, nesta posição já temos alguns jogadores jovens e interessantes. Temos dois camisas 9 no nosso elenco: Richarlison, que foi contratado para a posição – custou 10 milhões ao clube – e vem desempenhando um bom futebol e o Pedro, uma joia do nosso time sub-20, que vem se destacando bastante e treinando entre os profissionais. Não estamos trabalhando muito para contratar nessa posição. No momento, a maior prioridade é mais um meia. Além disso, também olhamos para outras posições. Claro, que se alguém interessante aparecer, o Fluminense pode negociar".
0 comentários