17/05/16 - 16:21

Guerrero garante que xingamentos foram para si próprio e não à torcida

Apesar da vitória na estreia do Campeonato Brasileiro, o clima no Flamengo não é lá dos melhores. Depois de ser vaiado e substituído por Ederson, o atacante Paolo Guerrero saiu de campo xingando muito, o que gerou bastante polêmica. Em entrevista coletiva, na última segunda-feira, ele negou que os xingamentos foram direcionados á quem o vaiou, mas sim para si próprio. 
Segundo o peruano, ele se cobra bastante para sempre cumprir o seu objetivo, que, como camisa 9, é fazer gols. Quando não consegue ajudar a equipe da maneira que é necessária, fica irritado.
"Nem sempre um jogador sai satisfeito quando é substituído. Eu tinha o objetivo era, pelo menos, fazer um gol e não consegui, o que me deixou chateado. Quando saí, xinguei a mim mesmo por não ter atingido meu objetivo". 
Apesa de já vir sendo contestado por parte dos torcedores do clube, devido à má fase, o camisa 9 afirmou estar feliz no Rubro-negro e seguirá trabalhando para poder ajudar o Flamengo. 
"Venho me esforçando para dar certo. Vou fazer de tudo para marcar quando eu tiver oportunidade. Estou bastante feliz aqui no Flamengo. Estou adaptado aqui no Rio, onde tenho uma vida tranquila e tudo vai caminhando". 
Perguntado sobre uma possível mudança na sua forma de jogo, Guerrero desconversou e garantiu que vem fazendo o treinador pede para ele. No entanto, diz que está sempre procurando a chance para balanças as redes.
"O Muricy me pede para jogar mais centralizado, como centroavante. Fico lá só esperando uma chance para fazer o gol. Às vezes, espero para ver o que acontecerá. Eu tenho que procurar meu jogo para criar mais chances de gol e também não sofrer".
O Flamengo volta a campo amanhã, quarta-feira (18), às 21h45, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pelo jogo de volta da Copa do Brasil, diante do Fortaleza. A vitória por 1×0 garante a classificação ao Rubro-negro, já que perdeu, fora de casa, o primeiro jogo por 2×1. 
0 comentários