26/05/16 - 11:02

“Interferiu no resultado”, reclama Jayme de Almeida da arbitragem

O Flamengo tropeçou mais uma vez no Campeonato Brasileiro. Na noite de ontem, em Volta Redonda, o time empatou por 2 a 2 com a Chapecoense, em um jogo marcado pela arbitragem controversa, que errou ao marcar um pênalti contra o Fla cometido pelo zagueiro Juan e depois expulsar diretamente o meia esquerda Everton. Depois do jogo, o técnico Jayme de Almeida foi crítico com a atuação do gaúcho Diego Almeida Real.
"Fizemos 1 a 0 e aí veio a infelicidade da arbitragem. Antes não marcou falta e depois marcou um pênalti em que o Juan nem encostou no rapaz. E na hora o Juan se machucou. Aí o time realmente sentiu, tinha acabado de fazer o gol e no final ficou aquele jogo. Tentávamos, tentávamos, mas tivemos dificuldades. Virávamos a bola e tentávamos entrar… Tivemos boa chance com Cirino e podíamos ter virado o primeiro tempo com 2 a 1, mas infelizmente a bola foi para fora. Era um jogo complicado, e a gente sabia disso. Não iam aparecer um monte de oportunidades, mas nas que apareceram uma nós aproveitamos e a outra nós perdemos. Sofremos um gol que, sinceramente… Têm certas coisas que não dão para entender… Não vou ficar falando nisso, mas esse pênalti não existe. Hoje com certeza ele interferiu no resultado da partida", afirmou.
Jayme também explicou a mudança que fez quando tirou Felipe Vizeu e colocou Ederson improvisado na função de centroavante. A torcida reprovou a troca, chamando-o de burro.
"Ederson já tinha jogado ali, não foi tão bem. Vizeu lutou muito, não tem muita técnica, mas estava bem colocado na área. No segundo tempo, estava sentindo o tempo sem jogar. Estava perdendo força ofensiva e não tinha contundência na área. Ficou mais difícil com a expulsão do Everton", comentou o comandante, que também falou sobre a lesão de Juan e lamentou a falta de zagueiros no elenco.
"O Juan sentiu a sequência de jogo, foi um problema na coxa. É um problema seríssimo (o fato de ter poucos zagueiros). Tem Léo, Juan, não sei do César Martins (se voltará a ser relacionado para os jogos), não posso te dar essa informação, temos que procurar solução dentro do plantel, tentar improvisar ou pegar algum do júnior. Não tem muito o que fazer".
Agora, o Flamengo enfrenta a Ponte Preta, no próximo domingo (29), às 11h da manhã, em Campinas. O Rubro-Negro tem quatro pontos na tabela de classificação do Brasileirão 2016.
0 comentários