31/07/18 - 16:10

Rio de Janeiro

Jurídico consegue desbloqueio de cerca de R$ 20 milhões para quitação de parcelas do Profut

Medida significa um alívio financeiro para os próximos 2 anos

Por Thiago Veras

O departamento jurídico do Botafogo conseguiu uma importante vitória na Justiça. O vice-presidente do Tribunal Regional Federal da segunda Região, desembargador Guilherme Couto de Castro, proferiu uma decisão garantindo ao clube utilizar depósitos judiciais referentes à execuções fiscais para quitar as parcelas do Profut em ordem crescente.

A medida significa um alívio para os cofres Alvinegros, que não vai precisar “de dinheiro novo” para estar em dia com o Profut. O valor obtido dá para pagar as parcelas em aproximadamente 2 anos. Cada parcela equivale a um pouco mais de R$ 1 milhão mensal. O montante liberado é de aproximadamente de R$ 20 milhões.

O dinheiro que estava retido era basicamente da Viton 44 (antiga patrocinadora master) por não pagamento de impostos ainda na gestão Maurício Assumpção. O valor não cai na conta do Botafogo. Ele é automaticamente direcionado para a quitação das parcelas do Profut. O departamento jurídico do Botafogo, representado na ação pelo escritório Mattos Filho, vinha buscando este efeito desde 2015 na Justiça.

A reportagem da Super Rádio Tupi teve acesso ao documento. Confira a decisão:

Foto: Divulgação

0 comentários