02/04/18 - 14:01

Rio de Janeiro

Leo Valencia e Brenner se retratam via instagram e Moisés pede desculpas para o chileno

Após atitude dos atletas, diretoria dá caso como encerrado. Porém, não aceita repetição de comportamento.

Por: Thiago Veras

Crédito: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Substituído aos 20 minutos do segundo tempo, na derrota para o Vasco por 3 a 2, neste domingo (01), no estádio Nilton Santos, na primeira partida final do Campeonato Carioca, o meia chileno Leo Valencia reclamou e gesticulou contra o técnico Alberto Valentim. Após o jogo, Valentim minimizou o fato em entrevista coletiva.

– Jogador quer jogar, quer procurar ajudar e há o nervosismo da final. Procurei fazer o melhor com os jogadores que temos no banco. Da mesma forma que falei com Brenner, não vamos falar de polêmica. Precisamos nos unir mais ainda na derrota. Depois vamos procurar corrigir o que precisamos. – disse Valentim.

A diretoria alvinegra, porém, não gostou da atitude. O gerente de futebol, Anderson Barros, criticou a postura do chileno.

– O Valencia errou sim, já foi advertido e tem que se retratar com o clube. Com certeza faltou com respeito e tem que se retratar, independentemente das nossas condutas. Além das advertências, vou discutir uma punição administrativa. Quais são os exemplos que damos para a sociedade? Não tem segunda chance. Não existe possibilidade de desrespeitar companheiros, torcida ou qualquer profissional. Para mim, é inadmissível desrespeitar pessoas mais velhas e instituições. – disse Anderson ao GloboEsporte.com.

O VP de futebol do Botafogo, Gustavo Noronha, cobrou uma retratação do meia.

– (A atitude) Foi desrespeitosa e não será tolerada. Já houve uma conversa no vestiário e todos os nossos profissionais sabem das suas responsabilidades, dentro e fora de campo. Antes de qualquer coisa, ele tem que se retratar com o treinador e com os companheiros. Mas vamos tratar o caso internamente, sem transformar isso numa novela. O foco tem que estar no segundo jogo e na decisão – afirmou ao Globoesporte.com.

Valencia usou o instagram particular para se retratar publicamente.

Foto: Reprodução Instagram Léo Valencia

 

Crédito: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Outro lance polêmico foi a saída do atacante Brenner para a entrada de Kieza. Substituído aos 27 minutos da etapa final, Brenner deixou o campo caminhando lentamente e abriu os braços em direção a Valentim.

– Vou conversar também com o Brenner para saber que postura é essa e se houve desrespeito. No momento da ação, não gostei da postura. Posso criticar inicialmente uma postura de ele vir andando (na saída). Se ele me mostrar que não houve falta de respeito, tudo bem. Vou conversar para saber realmente o que aconteceu, sobre a forma que saiu e por ter aberto os braços. Se houve desrespeito, da mesma forma (que Valencia) terá que se justificar e se retratar. – comentou Barros ao Globoesporte.com

Também via Instagram, Brenner deu a versão pessoal procurando esclarecer o fato.

Foto: Reprodução Instagram Brenner

O lateral-esquerdo Moises foi outro que usou as redes sociais para pedir desculpas. O lance também envolveu o chileno Leo Valencia, que demorou demais a tocar a bola e foi criticado pelo companheiro.

Foto: Reprodução Instagram Moisés

 

Crédito: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Após as manifestações públicas dos atletas, a reportagem da SUPER RÁDIO TUPI apurou que a diretoria deu o caso como encerrado, porém, não vai concordar com novo caso de indisciplina. Os jogadores estão cientes e já entenderam o que o clube precisa de cada um.

 

0 comentários