29/11/18 - 08:46

Rio de Janeiro

Marcelo Oliveira revela choro de jogadores no vestiário após eliminação na Copa Sul-Americana

Próximo compromisso do Tricolor é contra o América Mineiro, pelo Brasileirão

Por: Jéssica Duarte

FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Novembro foi um mês para ser esquecido no Fluminense. Na última quarta-feira (28) o Tricolor foi eliminado da Copa Sul-Americana após perder para o Atlético Paranaense por 2 a 0, no Maracanã. Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Marcelo Oliveira comentou sobre o clima no vestiário e revelou que alguns jogadores choraram após o término do jogo. 

– Por mais que a gente tenha dificuldades e limitações, existe uma dignidade, uma honradez desses atletas de passarem por tudo isso e seguirem brigando. Alguns deles estavam chorando no vestiário e já começamos a fazer essa mobilização para domingo. Para que possamos fazer um jogo muito melhor, competente, para buscar a vitória. O América-MG tem seus objetivos, mas vamos mobilizar para lutar e tentar jogar um pouco melhor.

Desorganizado, o Fluminense viu um Atlético Paranaense bem postado em campo e sabendo matar o jogo. A parte física pesou bastante. Marcelo Oliveira afirmou que futebol é técnica, mas que o físico com certeza vem sendo prejudicado pelas partidas constantes e decisivas do Tricolor carioca.

– Futebol é técnica, é fundamental sempre. Mas tem a parte tática, física e a mental. A parte física, como não resolvemos a nossa vida no Brasileiro, tivemos que jogar com o time principal no fim de semana e o Atlético-PR descansou seus jogadores. Felizmente a gente tem atletas que estão passando dificuldades, mas continuam firmes nos propósitos. Temos boas lideranças e vamos pegar forte. Só depende de nós para seguir dignamente. Não era o objetivo chegar nesse momento assim, mas temos a expectativa de uma grande vitória no domingo.

Alguns torcedores deixaram o Maracanã após o primeiro gol aos quatro minutos do primeiro tempo. Já no segundo gol, muitos foram embora. O técnico Marcelo Oliveira garantiu que o apoio da torcida é fundamental e que deseja contar com isso no domingo, contra o América Mineiro, pelo Brasileirão.

– Eu não tenho hábito de chamar torcedor. Eles têm feito a sua parte, hoje fizeram mais uma vez. Tomaram uma ducha fria no início e seguiu cantando. Quando temos o torcedor ao nosso lado, a possibilidade de vitória é maior. Podemos errar, nos equivocar, mas vamos sempre nos entregar no limite em busca da vitória.

Pensando em 2019, Marcelo não garantiu sua permanência no Fluminense. O treinador garantiu que a sua única preocupação no momento é a situação do Fluminense no Campeonato Brasileiro.

– É difícil falar sobre 2019 agora. Os dirigentes acompanham o trabalho diariamente, as orientações, as palestras. Estão avaliando meu trabalho. Técnico no Brasil necessita de resultado. Mas nem sempre os resultados dependem só do técnico. Vamos aguardar. A minha preocupação não é essa. E sim um grande jogo no domingo, convincente, uma boa vitória, com todo o respeito que temos ao América-MG. Temos que cumprir essa missão.

O próximo compromisso do Fluminense é contra o América Mineiro, no domingo (02), às 17h, no Maracanã. 
0 comentários