09/08/16 - 12:00

Mateus Pet tenta se firmar no Vasco

Considerado uma das maiores promessas do Vasco, o meia Mateus Pet luta para se firmar entre os profissionais. Após de destacar pela equipe sub-20 no ano passado, o jogador foi chamado para ser observado de perto nos treinamentos por Jorginho. A experiência entre os profissionais, não durou muito, foi substituído no intervalo das partidas contra Madureira e America. Já na terceira rodada do Campeonato Carioca, Mateus Pet foi barrado. Segundo o técnico do time sub-20 do Vasco, Rodney Gonçalves, toda a situação estava prevista.
"A situação que a gente sabe é que o Matheus Pet completou 18 anos esse ano. Ele é recém promovido. Ano passado ele estava no profissional, inserido no processo e ele ainda era sub 17. Então, a gente sabia que era uma situação precoce, mas era uma situação que a gente tinha conversado. As oscilações já eram previstas, mas entendemos que seria importante ele participar desse processo. Até para que ele tivesse um amadurecimento. Não só o Matheus, mas como todos os demais: Andrey, Alan, Evander e até o Caio Monteiro", disse Rodney.
Desde a estreia na Série B, contra o Sampaio Corrêa, em São Luís, Mateus Pet sequer é relacionado para as partidas e, recentemente, desceu de volta para a base a fim de disputar a Taça Rio e o Brasileiro pelo time sub-20. O técnico Rodney explicou o porquê de alguns atletas terem ficado nos profissionais e só Pet ter voltado.
"A promoção dos atletas é meio que obrigatória por parte de um clube que se entende como formador. a gente sabia que essa oscilações eram normais. O Evander ter ficado foi uma opção do treinador. Na base, a posição do Matheus Pet era a mesma do Nenê e os números do Nenê são incontestáveis, né… E o Nenê é um jogador que pouco se machuca, quase não fica suspenso. No entendimento da comissão técnica, ele foi bem, produziu. Só que a gente tem Andrezinho, temos também o Julio (dos Santos), jogadores mais experientes. O Evander e o Caio Monteiro acabaram ficando (com os profissionais) por conta de necessidade nas posições", explicou.
0 comentários