28/01/16 - 09:49

Muricy diz que Fla ainda tem muito a evoluir e exalta Guerrero: “vai fazer muitos gols ainda”

Depois de dois resultados negativos nos amistosos de pré-temporada, o Flamengo teria uma tarefa árdua logo de cara na estreia oficial no ano de 2016. No Mineirão, a equipe treinada por Muricy Ramalho encararia uma pedra no sapato recente: o Atlético-MG. No entanto, o Rubro-Negro fez uma partida correta, mostrou poucos erros defensivos em relação a outrora e no ataque, comandando pela estrela da noite, Paolo Guerrero, seguiu à risca o bê-a-bá do futebol: bola na rede. Dessa forma, o Fla saiu de Minas Gerais com uma importante vitória por 2 a 0 que o aproxima da fase seguinte da Copa Sul-Minas-Rio
Para Muricy, o time cresceu na segunda etapa e encontrou uma maior compactação, característica buscada com persistência nos treinamentos. Alertou para as dificuldades iniciais e para a evolução natural (técnica e física) que o Fla terá com o passar do tempo.
"Estamos ajustando o time. Ainda temos dificuldades e hoje jogamos contra um dos melhores times do país. Pouco a pouco vamos ajeitando o time, dando sequência. Fizemos dois amistosos com dois tempos razoáveis, ainda devendo na parte física. O que é natural no início do ano. Sei que o pessoal não tem paciência, mas estamos fazendo nosso melhor. Ainda há erros, mas hoje foi bom para dar confiança, porque era um jogo difícil, contra um time muito forte. Suportamos o primeiro tempo e no segundo melhoramos os passes. Estamos no caminho mas ainda é cedo pra se empolgar. Um bom jogo só, principalmente no segundo tempo", disse.
O comandante rasgou elogios a Paolo Guerrero. No Mineirão, o peruano encerrou um incômodo jejum com o uniforme rubro-negro: ele balançava as redes desde agosto de 2015. Muricy acredita que os dois gols vão aumentar a confiança de seu camisa 9. 
"Temos conversado com ele. O legal é que não está desistindo, está brigando, pelo menos. Em Recife, com 40 graus, estava brigando e uma hora começa a aparecer o gol. Não é artilheiro à toa. Estamos contentes com ele porque está procurando isso. O centroavante vive de gols, a gasolina dele é o gol. Dá confiança. Com essa confiança vai fazer muitos gols ainda", afirmou Muricy, que também comentou sobre a melhoria no tão contestado sistema defensivo.
"O setor defensivo é o time todo. Às vezes falam só dos setores. Quando acontecem os gols, a defesa é que vai mal. É o time que defende mal, a defesa começa na frente. Estamos no começo ainda, não temos um mês de trabalho, mas hoje balanceamos bem. No primeiro tempo demos espaços, as linhas têm que estar mais juntas. Os laterais estão indo certo. Aos poucos os jogadores vão entendendo".
No sábado, o Fla volta a campo para estrear no Campeonato Carioca. A equipe enfrenta o Boavista, no Edson Passos, às 19h30. 
0 comentários