27/06/18 - 08:32

Rio de Janeiro

Na Rússia, Alexandre Campello nomeia como seu representante o Vice-Presidente de Finanças, João Amorim

Clima político esquenta em São Januário

Por: Jéssica Duarte

Foto: Paulo Fernandes / Vasco

O clima político esquentou em São Januário nos últimos dias. O presidente Alexandre Campello viajou para a Rússia na última segunda-feira (25) a convite da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e não se licenciou do cargo. Roberto Monteiro, mandatário do Conselho Deliberativo e líder do “Identidade Vasco”, entendeu que o dirigente se licenciou da presidência e nomeou Elói Ferreira como interino.

Antes de viajar, Alexandre Campello protocolou um documento nomeando João Marcos Gomes Amorim, VP de Finanças, como seu representante. Além disso, o presidente publicou nota oficial no site do Vasco para esclarecer a ida para a Rússia.

Confira a nota oficial divulgada no site do Vasco:

O Club de Regatas Vasco da Gama informa que o Presidente Administrativo Alexandre Campello está em viagem institucional à Rússia, a convite da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com o objetivo de estreitar o relacionamento com a entidade e buscar possíveis parcerias para o Club.
O Presidente Administrativo Alexandre Campello encontra-se no pleno exercício de suas funções, não estando, portanto, licenciado do cargo e muito menos impedido.
O Club de Regatas Vasco da Gama ressalta ainda que, para fins de representação em geral no cumprimento de todos e quaisquer atos administrativos que se façam necessários, o Presidente Administrativo, Alexandre Campello, nomeou como seu representante o Vice-Presidente do Departamento de Finanças, João Marcos Gomes Amorim.
O Club esclarece ainda que o Presidente Administrativo, Alexandre Campello, estará ausente do País por tempo determinado, no período compreendido entre 25 de junho e 17 de julho de 2018, conforme comunicado aos órgãos internos.
Diante dos fatos relatados, o Club de Regatas Vasco da Gama não reconhece a nomeação do 1º Vice-Presidente Geral, Elói Ferreira de Araújo, como presidente interino, assinada pelo presidente do Conselho Deliberativo do Club, Roberto Monteiro. A Presidência do Conselho Deliberativo não tem poder para um ato desta natureza.
O 1º e o 2º Vice-Presidente Geral do Club só têm competência para assumir interinamente a Presidência mediante nomeação por portaria interna assinada pelo próprio presidente, com a identificação, ponto a ponto, dos poderes circunstancialmente atribuídos durante o exercício temporário do cargo.
De antemão, o Club de Regatas Vasco da Gama comunica que qualquer ato do 1º Vice-Presidente Geral, Elói Ferreira de Araújo, é nulo, desautorizado pela Presidência e, portanto, deve ser desconsiderado por todos os Departamentos.
A Presidência
Confira o documento protocolado por Alexandre Campello: 

Foto: Reprodução

O presidente Alexandre Campello cumpriu todas as regras, conforme previsto no estatuto. Com isso, João Amorim fica com as funções do mandatário até o dia 17 de julho. Mas isso não foi bem visto pela oposição vascaína. Elói Ferreira esteve em São Januário na última terça-feira (26) e tentou entrar na sala da presidência. A polícia foi acionada para evitar maiores confusões. 

0 comentários