26/01/16 - 00:01

Rubens Lopes rebate declarações de Delfim Peixoto

O presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, Rubens Lopes, rebateu as críticas feitas pelo presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim Peixoto, sobre a nota publicada pela CBF sobre a Liga Rio-Sul-Minas. O dirigente carioca afirma que as declarações de Delfim não devem ser consideradas neste imbróglio.
"Eu acho isso uma irracionalidade. Só vai acontecer por conta de alguns irresponsáveis que querem, de verdade, instaurar a anarquia. Repito, que qualquer ser coerente, lógico e responsável, não toma uma atitude dessa… O Delfim é uma coisa à parte, não conta. Porque o Delfim está em campanha política, está uma série de coisas. Então, o que o Delfim fala não se escreve. O que você tem que, de verdade, descontar uma série de outros interesses, que não são interesses pelo futebol. Primeiro o Delfim quer colocar os clubes do estado dele à reboque dos clubes de marca. Porque se não fosse os clubes de marca, os clubes de Santa Catarina, evidentemente que não participariam de competição nenhuma. Segundo, ele tem essas aspirações políticas, essa posição contrária. Terceiro, se jogar, eu garanto para você que vai haver punição. Agora, espero que não joguem, e tenho certeza, quase absoluta, que a sensatez irá fazer chegar a um consenso que não há nenhum motivo para isso. Se o objetivo é, você tomar atitudes, criar meios para melhoria do futebol, esse tipo de enfrentamento não é o melhor caminho."
Apesar da discordância de opiniões, as partidas do dia 27 ainda devem acontecer. Inclusive, o Fluminense já afirmou que vai manter a programação para enfrentar o Atlético Mineiro em Volta Redonda. O caso da Liga Sul-Minas-Rio ainda está longe de uma resolução e deve ganhar novos capítulos nos próximos dias.
0 comentários