29/03/18 - 23:09

Rio de Janeiro

Time da virada! Vasco vence o Fluminense no fim e está na final do Campeonato Carioca

Fabrício marca no último minuto e leva os vascaínos para a decisão contra o Botafogo

Por: Phelipe Pacheco

Foto: Paulo Fernandes l Vasco

Já dizia o velho ditado: O Vasco é o time da virada, o Vasco é o time do amor. Na noite desta quinta-feira (29), em um jogo de muita emoção, o Cruz-Maltino venceu o Fluminense no fim, por 3 a 2, no Maracanã  e está na final do Campeonato Carioca. Fabrício fez o gol da virada e Paulinho e Giovanni Augusto também assinalaram para os vascaínos. Pedro e Sornoza descontaram para o tricolor.

Aos 24 minutos, Yago Pikachu aplicou uma linda caneta no Richard e cruzou para a área. A defesa do Fluminense cortou mal e Giovanni Augusto chutou entre as pernas de Júlio César, abrindo o placar para o Vasco.

Quando o Cruz-Maltino tinha o controle da partida, o Fluminense reagiu e conseguiu o empate. Aos 38, Gilberto gira em cima de Fabrício e cruza. Pedro pegou de primeira e venceu Martín Silva.

Na volta do intervalo, uma falta de Rafael Galhardo em cima de Gilberto foi determinante. Sornoza foi para a cobrança e a bola passou no meio de Erazo e Paulão, bateu na trave e morreu no fundo da rede. Virada para o Fluminense.

Jogadores do Fluminense comemoram a virada l Foto: Lucas Merçon (FLU)

A partir do gol de Sornoza, a proposta do Tricolor era clara: jogar no contra-ataque. O Vasco precisava vencer a partida e Zé Ricardo fez substituições para tornar o Gigante da Colina mais ofensivo. Quase deu certo. Ríos, que havia entrado no lugar de Rafael Galhardo, cruzou na área do Fluminense. Júlio César soltou a bola mas Riascos errou o chute.

Após a parada técnica, Paulinho recebeu de Wellington e de fora da área, bateu forte no canto esquerdo de Júlio César, que só ficou olhando e recolocou o Vasco na partida.

Nos minutos finais, o jogo ficou aberto. Aos 40, Pablo Dyego recebeu na esquerda, limpou a jogada e chutou forte. Martín Silva fez ótima defesa. Paulinho respondeu para os vascaínos. O jogador novamente arriscou de fora da área, mas dessa vez, Júlio César defendeu.

Quando ninguém acreditava e o jogo se dava como acabado, o Vasco da Gama demonstrou a sua força. Aos 50, Desábato jogou a bola na área, a bola desviou no meio do caminho e Riascos toca para Fabrício. O lateral chutou forte e venceu Júlio César, decretando a virada para o Cruz-Maltino.

Fabrício leva o Vasco para a final do Carioca l Foto: Paulo Fernandes (VAS)

A final entre Botafogo e Vasco será disputada em dois jogos. O primeiro no dia 1 de abril e o segundo no dia 8.

Quem narrou a partida foi Jota Santiago. Confira:

 

 

0 comentários