31/10/18 - 21:43

Rio de Janeiro

TIME DE GUERREIROS! Fluminense vence o Nacional e garante classificação na semifinal da Copa Sul-Americana

Luciano fez o gol da classificação para o Tricolor

Por: Jéssica Duarte

FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

TIME DE GUERREIROS! O Fluminense venceu o Nacional por 1 a 0, com gol de Luciano, e está classificado para a semifinal da Copa Sul-Americana. No jogo de ida, o Tricolor empatou por 1 a 1 no Nilton Santos. Uma simples vitória era o suficiente para garantir vaga na próxima fase, e foi o que o clube carioca fez. Dominando as ações da partida, o Fluminense foi guerreiro do começo ao fim e conquistou o triunfo.

O Fluminense começou o primeiro tempo muito bem. Aproveitando os espaços do adversário e explorando o lado direito. Logo nos primeiros minutos de bola rolando, Ayrton Lucas tocou com Richard e o volante tentou o cruzamento para o meio da área, mas o goleiro Conde defendeu. Na sequência, Conde saiu do gol e se enrolou, mas conseguiu voltar a tempo. No lance seguinte, Everaldo foi lançado na cara do goleiro, mas Fucile chegou antes. Aos 15 minutos, o Tricolor abriu o placar com Digão, mas o árbitro marcou falta e anulou o lance. Aos 18 o Nacional chegou pela primeira vez. Zunino recebeu na direita e cruzou na marca do pênalti, mas Gum afastou o perigo. No lance seguinte, Gum tirou novamente.

O Nacional começou a acordar e atacar. Fucile abriu na direita e recebeu a bola. Livre de marcação, cruzou na pequena área, mas Gum afastou. O Fluminense logo respondeu com Sornoza avançando pela direita, e dentro da área, tentou a finalização cruzada, mas a zaga tirou. No lance seguinte, o time da casa chegou com perigo. Bergessio desceu e cruzou na pequena área. Júlio César tirou de soco. No rebote, De Pena chutou para fora. Nos minutos finais, o Tricolor chegou em três oportunidades, com Luciano e Everaldo, mas sem sucesso.

No segundo tempo o Fluminense continuou dominando as ações da partida. Logo no começo, Ayrton Lucas chegou na linha de fundo e tocou para trás, dentro da área. De primeira, Luciano bateu para o gol, mas a bola subiu demais. Foi aos três minutos que o Tricolor abriu o placar no Parque Central e incendiou a sua torcida. Conde tentou sair jogando, mas chutou a bola nos pés de Sornoza, que driblou Oliva e tocou para Luciano, no meio da área. O atacante limpou o goleiro, saiu da marcação e empurrou para o fundo das redes. Sem tempo a perder, o Tricolor continuou no ataque e quase marcou o segundo nos minutos seguintes. Sornoza cobrou na entrada da pequena área, Ibañez cabeceou sozinho, mas a bola passou rente à trave.

O Nacional tentou reagir a partir dos 17 minutos da segunda etapa. Romero dominou a bola e tocou para Zunino, que chegou na entrada da área. O meia tentou a finalização, mas a bola saiu acima do gol. Na sequência, Fernández finalizou de fora da área, mas a bola subiu demais. Aos 45 minutos, Matheus Alessandro perdeu um gol incrível. Sozinho, ele tirou a bola de Conde e bateu no canto esquerdo, mas a bola passou rente à trave. Nos minutos finais, o Nacional ainda perdeu o lateral-esquerdo Espino. Ele chegou atrasado e pisou no pé esquerdo de Sornoza, sem a bola, levando o cartão vermelho.

Quem narrou esta partida foi José Carlos Araújo. Confira: 

0 comentários