19/04/18 - 21:10

Rio de Janeiro

Vasco perde de goleada para o Racing e se complica na Libertadores

Cruz-Maltino encontra dificuldades no El Cilindro e é superado pelo time argentino por 4 a 0

Por: Jéssica Duarte

Foto: Carlos Gregório Jr / Vasco

Vasco e Racing praticaram ações de paz nos últimos dias nas redes sociais. No estádio El Cilindro, o Cruz-Maltino foi superado pelos argentinos por 4 a 0. A caminhada na Libertadores ficou mais complicada, mas não impossível para quem carrega a Cruz de Malta. Para passar de fase, o clube carioca terá que vencer as suas últimas três partidas (duas em casa, uma fora). Os jogadores saíram de campo confiantes na classificação, mas para se reerguer o técnico Zé Ricardo ainda precisa ajeitar a casa antes de pensar em continuar.

O Vasco começou o primeiro tempo bem apagado, permitindo o adversário ter boas chances de gol. Logo aos seis minutos, Lautaro finalizou forte no canto esquerdo, mas Martín Silva se esticou e fez uma ótima defesa. No lance seguinte, Donatti apareceu livre na pequena área, ele finalizou, mas Martín Silva brilhou novamente e salvou o Cruz-Maltino. O Vasco respondeu aos oito, com Wellington que entrou na área livre e finalizou, mas ele não pegou bem na bola e ela foi para fora. O Racing teve um pênalti marcado a seu favor. Lisandro foi para a bola, mas Martín Silva defendeu. O Racing continuou pressionando bastante, o clube carioca estava muito recuado.

Foi aos 25 minutos que o Gigante da Colina “acordou”. Wellington teve uma boa chance, mas preferiu tocar para Andrés Ríos, que finalizou, mas foi bloqueado. No lance seguinte, outra chance perdida pelo Vasco. Henrique cruzou, Wagner apareceu em boa condição, mas furou na hora de finalizar. Pressionando, Evander arriscou de fora da área e viu a bola passar raspando no travessão. Só dava Vasco. Wellington apareceu novamente livre de marcação na área, mas se atrapalhou no domínio e foi desarmado.

O problema da Libertadores é que a bola pune, não pode perder gols importantes nessa competição. O Racing, esperto, aproveitou as falhas de finalização do Vasco e marcou o seu primeiro gol. Aos 32 minutos, Lisandro achou Centurión livre na área, o camisa 22 bateu cruzado, sem chances para o goleiro Vascaíno. Seis minutos depois, Lautaro Martínez ampliou o placar para os donos da casa. O Racing ainda teve a chance de “fechar a porteira”, com mais um pênalti marcado a seu favor. Mas Martín Silva brilhou novamente e defendeu mais uma penalidade cobrada por Lisandro.

A segunda etapa foi marcada por muita pressão do Racing. Logo aos quatro minutos, Donatti cabeceou com perigo por cima do gol Vascaíno. No lance seguinte, um golaço de Zaracho. Wellington errou na saída de bola, o volante aproveitou e passou por Martín Silva, tocando para o gol vazio. O Vasco respondeu com Desábato, chutando de longe, mas o goleiro Musso desviou e evitou o gol. Aos 11, mais um pênalti marcado para o time da casa. Dessa vez, Lisandro, que já havia sido parado por Martín Silva nas duas últimas cobranças, acertou e superou o goleiro Vascaíno. O Cruz-Maltino, abatido, tentou responder com Ríos, mas o goleiro do Racing defendeu. No lance seguinte, Wagner pegou rebote, mas chutou para fora.

Martín Silva tirou essa bola com os olhos. Soto cruzou, Zaracho apareceu livre na área para cabecear, mas a bola bateu na trave direita. O Vasco tentava, mas finalizava muito mal e parecia sem poder de reação. Rildo recebeu de Wagner, mas chutou fraco e Musso defendeu.

Quem narrou esta partida foi Jota Santiago. Confira: 

0 comentários