03/06/16 - 09:56

Zé Ricardo comemora nova vitória e exalta artilheiro Felipe Vizeu

O Flamengo do técnico Zé Ricardo parece disposto a embalar uma sequência de vitórias. Em meio a uma crise extracampo, no futebol e de identidade, somada à saída repentina de Muricy Ramalho por problemas de saúde, o Rubro-Negro tinha tudo para explodir a má fase. Não é o que tem acontecido. Desde que assumiu o comando do time, Zé Ricardo não sabe o que é perder: depois de vencer a Ponte Preta no domingo por 2 a 1, ontem foi a vez de um novo triunfo, dessa vez contra o Vitória, por 1 a 0, com gol da promessa da base Felipe Vizeu. De quebra, o resultado colocou o Fla no G4 do Brasileirão. Na quarta posição, com dez pontos, o time está três pontos atrás do líder Internacional e tem o mesmo número de posição de Grêmio (2º) e Corinthians (3º).
Em cinco rodadas, o Flamengo venceu três vezes, somando nove pontos, o que dá um aproveitamento de 66%. O cenário não diz muito bem sobre a fase do clube, mas retrata a importância de pontuar nas rodadas iniciais. Apesar de ainda ter a condição de interino, Zé Ricardo ressalta a importância de implantar e fazer com que os jogadores entendam uma filosofia de jogo.
"São 12 anos trabalhando com o futebol de base e acredito em um futebol feito a médio e longo prazo. O esporte é dinâmico e essas coisas acontecem. Mas demora para os jogadores entenderem a maneira como você enxerga as coisas. Cada vez que conseguimos isso em pouco espaço de tempo ficamos felizes. É difícil mudar muita coisa em três, quatro dias… Essa nem é a minha intenção", disse.
O gol marcado por Felipe Vizeu reabriu um debate sobre a posição de centroavante do Flamengo. Enquanto Paolo Guerrero ainda não emplacou uma continuidade de bons jogos e gols, a promessa mais uma vez mostrou eficiência. Zé Ricardo, claro, fez elogios aos dois, mas ficou em cima do muro sobre uma possível titularidade do jovem na volta do peruano, que está com sua delegação se preparando para a disputa da Copa América.
"Guerrero é um craque. Ídolo do seu país e da torcida do Flamengo. Quero contar com os dois. Vizeu é um artilheiro desde que chegou. Tem muita presença de área, se dedica e vai evoluir. A convivência com o Guerrero nos dá a garantia de que vai aprender muito com ele", comentou.
Na próxima rodada, o Fla tem mais um compromisso duro pela frente. Enfrenta o Palmeiras, quinto colocado, às 16h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Zé Ricardo projetou o jogo e afirmou já ter em mente a dificuldade que terá pela frente.
"Os próximos dias são de trabalho e descanso. Temos pouco tempo, e os atletas estão desgastados. Ainda não temos ideia do que colocar em campo, mas serão jogadores que estão 100%. O Palmeiras é um time rápido, com talento, e o Cuca deu a cara dele ao time. Com certeza vai ser uma partida aberta, porque são jogadores leves e talentosos dos dois lados. Mas precisaremos produzir mais na parte ofensiva", afirmou.
Outros trechos da coletiva.
G4
Queremos trazer a torcida novamente. Ela precisa apoiar esses rapazes. A torcida é muito forte e ajuda muito. Está só no início, mas ficar bem próximo do G-4 nas rodadas seguintes nos dará confiança e, quem sabe mais para frente, conseguimos dar um sprint. É bom ficar sempre perto do G-4 para não sofrer pressão.
VOLTA DE MANCUELLO AO TIME TITULAR
É jogador de potencial ofensivo que também nos dá um ganho nas bolas paradas. Hoje ele também tinha a função fechar a subida do lateral adversário. Procurou fazer o melhor que podia.
EXISTE PRESSÃO DA TORCIDA?
É uma situação nova, porque na base tem torcida, mas sem essa pressão. Fico tranquilo porque quando você está num time grande isso vai acontecer. Recebo o carinho da torcida e fico feliz com esse apoio. Gostaria que os jogadores também tivessem esse apoio, porque com a força da torcida temos tudo para sermos mais fortes. Com a pressão vou ter que saber lidar, mas outros resultados podem acontecer, e na adversidade a torcida cobra. Tem que ter equilíbrio para lidar.
0 comentários