16/07/18 - 11:55

Ex-ministro Sepúlveda Pertence quer deixar a defesa de Lula

Divergências com outros advogados da causa motivaram a decisão

Foto: Reprodução

O Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e um dos principais advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sepúlveda Pertence, enviou uma carta ao petista, em que comunicou a intenção de deixar a banca de defesa “com pesar”.

Segundo dirigentes do PT, o ex-ministro deixou claro que as divergências com outros advogados da causa motivaram a decisão. A carta foi levada a Lula pelo filho de Sepúlveda Pertence. O advogado Sigmaringa Seixas se encontrou com Lula em Curitiba para falar que Pertence queria deixar a defesa.

O ex-presidente foi reticente e disse que não aceitaria que o ex-ministro, amigo há 40 anos, saísse da causa. Após receber a carta, Lula repetiu que era contra a renúncia de Pertence e não quis ler o documento, que ficou com ele. O petista e o advogado devem conversar pessoalmente nos próximos dias para decidir se o ex-ministro vai permanecer ou não na banca da defesa de Lula.

0 comentários