17/04/18 - 14:22

Ex-policial militar é condenado a mais de 300 anos de prisão no Rio

Irmãos e a mulher do acusado também foram condenados

Foto: Divulgação

O Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ) condenou 15 pessoas acusadas de integrar uma quadrilha, na Ilha do Governador, Zona norte do Rio. Entre elas, está o ex-policial militar, Antonio Eugênio de Souza Freitas, mais conhecido como Batoré, chefe do bando e condenado a 319 anos de prisão.

Entre os crimes praticados pela quadrilha, comandada pelo ex-pm, estão extorsão com arma de fogo, organização criminosa, lavagem de dinheiro, incêndio e falsidade ideológica.

De acordo com as investigações, Batoré cobrava semanalmente de motoristas de vans, R$350 para permitir a circulação na Ilha do Governador. Parte do valor seria entregue ao traficante Fernando Gomes de Freitas, o Fernandinho Guarabu, responsável pelo tráfico no Morro do Dendê.

Entre os condenados, estão também irmãos e a mulher do ex-policial militar.

0 comentários