06/08/18 - 10:09

Atropelamento em Guapimirim mata quatro pessoas e deixa uma ferida

Filho de vereador do município, o motorista disse que causou acidente porque estava "doidão"

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um atropelamento em Guapimirim, na Baixada Fluminense, provocado pelo filho do vereador Nelcir do Amorim Alves, Dheiverson Santos Amorim Alves, de 24 anos, no último domingo (5), matou quatro pessoas e deixou uma ferida.

Dheiverson disse à polícia que provocou o acidente porque estava “doidão”, e duas pessoas que estavam no carro confirmaram, em depoimento, que ele tinha ingerido bebida alcoólica. Um deles afirmou que o motorista perdeu o controle do veículo quando passou sobre uma linha férrea no local. O teste de alcoolemia, que diagnostica a presença de álcool no sangue, deu positivo.

De acordo com a Polícia Militar, PMs do 34º BPM (Magé) realizavam um patrulhamento pela BR-116, por volta das 1h10, próximo ao bairro Citrolândia, onde viram o veículo batido e cinco pessoas feridas no chão. Ailton de Oliveira, Marcelo Moreira de Souza, Marla Oliveira de Azevedo Rocha e Uliane de Azevedo Ramos não resistiram aos ferimentos e morreram. Sara Antonella de Azevedo Rocha permanece internada no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, e seu estado de saúde é estável.

O filho do vereador foi autuado na 59º DP (Duque de Caxias) por homicídio doloso, quando a pessoa assume o risco de matar. Ainda no domingo, foi encaminhado para a Cadeia Pública Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio.

 

 

 

 

 

0 comentários