04/07/16 - 17:13

Brincadeira entre pais e filhos pequenos nas redes sociais pode ser perigosa

Um questionário está sendo divulgado nas redes sociais no qual os pais perguntam para seus filhos informações básicas sobre sua rotina e gostos. O objetivo é que as respostas publicadas sejam fiéis as dadas pelos pequenos. O problema nesta brincadeira é que o conteúdo divulgado na internet pode servir como uma arma poderosa na mão de criminosos e falsos seqüestradores.
Mauro Canto da Silva, Promotor da Infância de Criciúma, publicou em sua rede social um alerta para que os pais não divulguem tantos detalhes na web. As crianças têm maior abertura com pessoas que demonstrem afinidade com elas e informações como as propagadas neste questionário, podem facilitar a comunicação entre alguém mal intencionado e os pequenos. “Lembrem-se que por trás de qualquer brincadeira inocente, pode-se obter valiosas informações para a prática de algum mal” – alertou.
Uma brincadeira parecida com adultos, também requer atenção. O desafio é criar uma lista de informações sobre si, que deve ser divulgada e além disso repassada à outros amigos. Traços como o uso excessivo de “compartilhe” e “seja verdadeiro” são indícios de que a brincadeira pode ser uma armadilha criada por criminosos para angariar informações dos usuários.
Observe algumas perguntas utilizadas no questionário para as crianças:
Qual é o teu nome?
Quantos anos você tem?
Quando é seu aniversário?
Quantos anos tem o papai?
Quantos anos tem a mamãe?
Qual é a tua cor favorita?
Qual é a tua comida preferida?
Quem é o teu melhor amigo?
Qual é o teu programa preferido?
Qual é a tua música preferida?
Qual é o teu animal preferido?
O que você tem medo?
Qual o seu lugar favorito para ir?
O que quer ser quando crescer?
O que a mamãe mais gosta de fazer?
O que vc mais gosta de brincar?
O que o papai mais gosta de fazer?

Supervisão – Rafael Cassimiro

0 comentários